chat
Home | Notícias | As vantagens de fazer uma Graduação EAD

Notícias

Aqui você encontra diversas notícias preparadas especialmente para você!

As vantagens de fazer uma Graduação EAD
Carreira Mercado Tecnologia 28/08/2018
[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_9ilb"]

As constantes mudanças na tecnologia e economia refletem na forma de consumo da população, incluindo investimento na educação. Para acompanhar o mercado, novas modalidades e cursos surgem e facilitam o acesso à educação, podendo realizar uma graduação a distância, com carga horária, qualidade, acompanhamento de professores e tutores e metodologia de ensino interativa igual ao de um curso presencial.
As vantagens do EAD são: flexibilidade de horários, preços mais econômicos em relação aos presenciais, autonomia de estar quando e onde quiser para participar das aulas, independência no aprendizado e agilidade com tecnologias. Além disso, algumas habilidades como responsabilidade, disciplina e proatividade são desenvolvidas pelo estudante e bem vistas pelo mercado no momento de concorrer a uma vaga.
Os cursos online são uma ótima escolha para determinados perfis que buscam uma rápida formação, sem abrir mão da capacidade de obter bons conhecimentos e aplica-los para se tornar um profissional de sucesso.

Tags:

Leia mais

#Graduação Administração
O que faz uma pessoa formada em Administração?

A turbulenta dinâmica do mercado e a consequente busca por profissionais multipotenciais fez crescer a demanda por pessoas formadas em Administração. Isso porque o curso de Administração apresenta uma extensa variedade de áreas de estudo e capacitação. Mas o que faz uma pessoa formada em Administração?

Apesar do próprio nome remeter a algo mais genérico, o profissional formado em Administração atua em diversos cargos e segmentos. Ele é, portanto, indispensável para o bom funcionamento de qualquer organização.

Você está pensando em se formar nessa área, mas não sabe o que faz uma pessoa formada em Administração? Confira então algumas informações importantes para tomar essa decisão!

O que devo saber sobre o curso de Administração?

Para entender o que faz uma pessoa formada em Administração, é preciso saber que o curso é composto por disciplinas das áreas de Exatas e de Humanas. Dessa forma, o bacharelado em Administração oferece ao aluno muitas possibilidades de atuação e profissionalização, ou seja, é um curso generalista.

Inclusive, por causa dessa grande abrangência, é uma das graduações mais procuradas no Brasil. Segundo dados do Censo de Educação Superior 2018, mais de 1 milhão de pessoas se matricularam em cursos da área de Administração.

Durante 4 anos, o aluno de administração aprenderá, por exemplo, métodos de gerenciamento, organização empresarial e financeira, técnicas de liderança e planejamento estratégico, dentre outras competências.

Mas quanto ganha um profissional formado em Administração? Como todas as profissões, o valor varia conforme o cargo e os anos de carreira. Um profissional iniciante ganha, em média, R$ 2 mil reais e, com o tempo, pode passar a ganhar cerca de R$ 5 mil reais.

Para compreender melhor o que faz uma pessoa formada em Administração, essa área tão procurada, a seguir detalhamos os principais pontos que você precisa saber sobre o curso de Administração. Continue a leitura e confira!

Quais são as matérias do curso de Administração? 

Nos primeiros anos do curso de Administração, o aluno estudará alguns conceitos básicos de Contabilidade, Economia, Estatística, Direito, Sociologia, Filosofia, Ética, dentre outras disciplinas mais gerais.

Logo no início, os alunos também são apresentados a conceitos mais específicos, como Recursos Humanos, Logística, Marketing, Gestão e Planejamento Estratégico, Teoria da Administração e das Organizações, Administração de Produção, Administração Financeira e Orçamentária etc.

Além das matérias citadas, o curso de Administração conta com matérias voltadas para estudos tecnológicos e científicos, como Metodologia Científica, Métodos Quantitativos e Qualitativos, Inovação Tecnológica e Análise de Mercado.

Esse é um panorama geral da grade curricular básica do curso de Administração. Contudo, cada instituição de ensino desenvolve a ementa do curso de acordo com seus métodos e objetivos.

Portanto, se você pretende cursar Administração, é interessante pesquisar a grade curricular de cada instituição e analisar qual se encaixa melhor no seu objetivo profissional.

A imagem contém um jovem administrador que sabe o que faz uma pessoa formada em Administração, sendo uma das funções liderar uma equipe.
Para você ser um excelente administrador é preciso, muito antes, saber o que faz uma pessoa formada em Administração!

Quantos anos de duração tem a faculdade de administração?

Em média, o curso de Administração dura 4 anos, sendo que, na primeira metade do curso, o aluno passa por conceitos mais básicos e gerais. Já na segunda metade, o aluno começa a escolher um caminho profissionalizante para trilhar. Por isso, é muito importante, antes mesmo de começar o curso, saber o que faz uma pessoa formada em Administração.

No ano final, normalmente, o aluno deve apresentar um trabalho de conclusão de curso, o qual pode ser no formato tradicional de monografia (TCC) ou com a apresentação de algum projeto de estudo de caso. Além de um trabalho final, o aluno também deve fazer o estágio obrigatório, o qual é responsável por dar início à sua carreira enquanto profissional.

Por fim, o que faz uma pessoa formada em Administração? Após formado, o bacharel em Administração pode atuar em diversas áreas, desde cargos de supervisão até cargos de gerência. Isso porque, como já exposto, o curso possui uma grade curricular generalista, ou seja, com formação diversificada em vários campos.

Mas, se para você ainda não ficou claro qual a função de um administrador, acompanhe com mais detalhes, a seguir, o que faz uma pessoa formada em Administração.

O que uma pessoa formada em administração pode fazer?

Como dito anteriormente, o curso de Administração percorre tanto o campo das Exatas (logística, finanças, contabilidade etc.) quanto o campo das Humanidades (planejamento organizacional, gestão de pessoas, RH etc.). Nesse sentido, o profissional formado pode atuar em inúmeros setores e mercados, seja no ramo industrial, comercial, empresarial ou público.

Numa empresa, por exemplo, o administrador tem a função de planejar, organizar e controlar o RH. Da mesma forma, ele também pode atuar no financeiro e na gestão empresarial.

Ainda, o profissional pode optar por algo mais flexível, como prestar consultoria de administração e gestão, desenvolvendo estratégias para melhorar a organização e o relacionamento interno de uma empresa.

O profissional formado em Administração também se faz indispensável no setor público. Podemos vê-lo, por exemplo, atuando na área de gestão de saúde em hospitais, ou atuando em câmaras municipais, como no cargo de Administrador de Rede.

Devido à ampla formação e capacitação, o curso de Administração é muito interessante (e essencial) para formar profissionais multidisciplinares. Esses profissionais, por sua vez, tendem a apresentar ótimas habilidades técnicas (hard skills) e comportamentais (soft skills), as quais são muito desejadas e valorizadas no mercado de trabalho.

Assim, se você é uma pessoa inquieta, que se interessa por diversas áreas, e tem afinidade com questões estratégicas e organizacionais, o curso de Administração é uma ótima opção de profissionalização. Aproveite e compartilhe este conteúdo com quem também tem interesse nessa área!

veja mais
#Graduação Faculdade
O QUE É CULTURA MAKER E COMO UTILIZÁ-LA NA FACULDADE?

O que o YouTube, o Movimento Punk e a Educação têm em comum? A Cultura Maker! Essa cultura é uma espécie de atualização do DIY ou “Do It Yourself”- faça você mesmo. E é sobre sua aplicabilidade na faculdade que abordaremos neste artigo.

Acompanhe também como ela impacta positivamente a sociedade, especialmente, no que diz respeito ao mercado de trabalho. Vamos lá?

O que cultura maker e quais os objetivos?

O principal objetivo da cultura maker é induzir as pessoas a descobrirem novas perspectivas sobre determinada situação ou problema. Assim, a ideia é transmitir conhecimentos para que você mesmo resolva alguma situação e supere.

Sempre que precisa saber como fazer algo, você tende a consultar o Google ou o YouTube, certo? Você busca tutoriais para criar soluções personalizadas voltadas ao cotidiano e à rotina profissional e procura se educar para inovar a partir disso? Se sim, você já faz parte de um processo da cultura maker.

Benefícios principais

De acordo com Dale Doughtery, responsável por criar a revista MAKE (referência editorial do segmento), o principal benefício da cultura maker é provocar o potencial criativo das pessoas, fazendo com que elas pensem “fora da caixa” e evite ir sempre pelo caminho mais fácil.

Outra vantagem da cultura maker também pode ser a economiaImagine que você more sozinho há pouco tempo e seu chuveiro tenha parado de esquentar a água. O que é mais barato: pagar um eletricista ou acessar o YouTube, assistir a um tutorial, comprar uma resistência elétrica, tomar todos os cuidados e trocá-la?

Pilares da cultura maker!

Como em qualquer modo de pensar ou “ideologia”, a cultura maker tem seus devidos pilares. São eles:

Criatividade

Criar e botar a mão na massa. Esse é o fundamento primário da cultura maker, uma vez que ela exige originalidade e vontade de fazer acontecer. Não basta ter a ideia, é necessário executá-la!

Colaboração

Na cultura maker, é imprescindível o trabalho em rede e colaborativo. Isso porque você pode se inspirar em uma ideia já criada, renová-la e disponibilizá-la de forma pública a outras pessoas.

Sustentabilidade

Outro princípio consiste em evitar o desperdício. É necessário saber usar os recursos disponíveis para trabalhar, estudar ou fazer algo cotidianamente.

Escalabilidade

Na cultura maker, por fim, tudo pode ser multiplicado! Porém é possível praticar isso utilizando o mínimo de recursos possível.

Cultura maker e a faculdade: qual a relação?

A cultura maker foca no aprendizado juntamente com a prática, o que possibilita inúmeras experiências antes da formação.

Um aluno aprenderá mais sobre gramática decorando regras ou desenvolvendo a escrita na prática? Se você escolheu a segunda opção, escolheu a cultura maker. Nesse caso, aplicar as regras é uma forma de facilitar o aprendizado, o que faz com que o graduando seja agente de seu desenvolvimento intelectual.

As teorias construtivistas de Jean Piaget, por exemplo, estabelecem a construção do conhecimento multidisciplinar por meio da interação e da participação ativa do estudante, sempre respeitando sua fase de desenvolvimento.

Outro aspecto que une a cultura maker a faculdade é o incentivo a atitudes essenciais à plena formação dos cidadãos que, consequentemente, gera profissionais mais capacitados.

Os chamados laboratórios makers, por exemplo, são espaços em escolas e em universidades onde os estudantes praticam a teoria. Nesses locais, os alunos desenvolvem a autonomia, o afloramento da iniciativa para investigar e o prazer pelo trabalho e pela busca pelo conhecimento. 

Cultura maker e o mercado de trabalho: qual a relação?

Há muitas mudanças na sociedade que impactam diretamente o mercado de trabalho. A principal delas consiste no fato do consumidor ter passado a ser prioridade no desenvolvimento de novos produtos.

Diversas organizações têm sido flexíveis em seus negócios e passaram a dialogar com os protagonistas da cultura maker para que suas soluções atinjam diretamente as necessidades de um novo tipo de consumidor.

Um dos fatores que explica esse cenário é a nova revolução industrial ou indústria 4.0, onde há uma conectividade entre máquinas, aparelhos móveis, inteligência artificial, realidade virtual, etc. Com o aumento da escala e a popularização de alguns desses elementos, microempresas e startups passaram a ter competitividade no mercado.

O resultado da união entre cultura maker, tecnologia e mercado de trabalho constitui em:

  • democratização do conhecimento;
  • agilidade na elaboração de novos produtos;
  • sustentabilidade;
  • maior espaço para pessoas sem experiência no mercado de trabalho;
  • espaço para mentes criativas.

Cultura maker e a Faculdade: aprendizado na prática!

Você já viu as possibilidades de utilizar a cultura maker no cotidiano, na faculdade e no mercado de trabalho! Agora, entenderá como aplicá-la em sua vida acadêmica.

veja mais
#Carreira mercado de trabalho
8 dicas para causar boa impressão no primeiro dia de trabalho

Depois de enviar currículo, passar por todo o processo de seleção e fazer a entrevista de emprego: você finalmente foi aprovado. Agora, o próximo desafio é ter sucesso no primeiro dia de trabalho.

A primeira vez fazendo uma nova atividade sempre causa muita ansiedade. No trabalho não é diferente, mesmo que não seja o seu primeiro emprego. Afinal, causar uma boa impressão desde o começo é fundamental para ajudar na ambientação em um novo espaço profissional.

Para ajudar você a aliviar um pouco o nervosismo, fizemos uma lista com algumas dicas de como causar boa impressão no primeiro dia de trabalho e se adaptar à nova rotina com mais facilidade. Acompanhe o post e confira!

1- Seja pontual

O primeiro passo para mandar bem no primeiro dia de trabalho é evitar quaisquer atrasos, seja na chegada ao local, seja na entrega dos documentos, seja na realização das tarefas — mesmo que seja em home office.

Para começar, programe-se para chegar ao ambiente de trabalho com, pelo menos, 15 minutos de antecedência. Para isso, veja quanto tempo você leva de sua casa até o local e verifique se vai sair em um horário de muito trânsito. Não se esqueça de colocar o despertador para acordar na hora certa e conferir qual é o meio de transporte mais adequado, visando evitar imprevistos.

Se o trabalho for em home office, cheque se você tem tudo o que precisa para começar as atividades no horário previsto, como acesso à internet, computador ligado, webcam posicionada, entre outros pontos importantes.

É fundamental ser pontual também no horário de saída. Não pense que ficar até mais tarde atrairá a atenção dos seus supervisores. Porém, também não é legal sair mais cedo logo no primeiro dia de trabalho.

2- Preste muita atenção

Esteja de olhos bem abertos nos detalhes para pegar o ritmo da rotina empresarial com mais facilidade. No primeiro dia, é comum que as pessoas mostrem diversas novidades, a fim de apresentar o ambiente de trabalho. Por esse motivo, faça o possível para prestar atenção no que dizem e não perder nenhuma informação importante.

Também não tenha medo de tirar dúvidas caso não tenha entendido alguma tarefa ou procedimento interno do local em que você começou a trabalhar. É melhor resolver isso nos primeiros dias, que são, de fato, dedicados para o aprendizado.

3- Relacione-se bem

Cultivar um bom relacionamento com os colegas de trabalho só tem a oferecer benefícios ao seu dia a dia profissional, e isso pode ser feito ainda no primeiro dia no novo emprego. Seja gentil e apresente-se como novo colaborador para as pessoas que vão dividir o ambiente com você.

Além disso, evite conflitos, principalmente nos primeiros dias de trabalho. Busque sempre manter a comunicação não violenta e o diálogo saudável. Depois do expediente, vale a pena se engajar nas redes sociais com quem você teve mais contato, como no LinkedIn. Com isso, é possível montar um bom networking, algo fundamental para o desenvolvimento e o sucesso profissional.

Outra dica importante é saber respeitar as diferenças. Atualmente, é possível encontrar cada vez mais diversidade nas empresas. Sendo assim, no ambiente de trabalho, você vai ter contato com pessoas das mais variadas origens, culturas, crenças e ideologias. O respeito precisa ser primordial para um bom relacionamento.

4- Mostre ter disciplina e responsabilidade

Mostrar que você é uma pessoa responsável e que tem disciplina desde o primeiro dia de trabalho vai melhorar muito a sua imagem profissional, principalmente aos olhos dos seus supervisores.

Por isso, além da pontualidade, preze sempre pela organização, dedicação à realização das suas atividades, atenção às normas da empresa, entre outras atitudes que evidenciam responsabilidade e disciplina.

5- Vista-se de acordo com o ambiente

Nem todos os ambientes de trabalho têm uniforme ou código de vestimenta para ser seguido. No entanto, existem roupas adequadas para cada tipo de ocasião. Sendo assim, acerte também na escolha dos trajes.

O ideal é evitar decotes, excesso de acessórios e peças muito informais. Além do mais, garanta sempre a higiene. Vista roupas limpas, tome banho, use perfume, limpe as unhas, penteie os cabelos e evite exageros.

6-Conheça as regras do lugar

Por mais descontraído que seja o ambiente de trabalho, ele ainda vai apresentar um conjunto de regras que visam a conduta dos colaboradores e a boa convivência no local. Tais normas podem estar escritas ou ser passadas para você oralmente. Por isso, reforça-se a importância de prestar muita atenção no primeiro dia.

Tenha ciência das normas corporativas e siga-as com dedicação. Confira, também, se existem padrões entre os colaboradores do local, como o tipo de assinatura do e-mail, o uso interno de aparelhos eletrônicos, o tom de voz, entre outros.

7- Tenha controle sobre sua ansiedade

É praticamente inevitável não demostrar ansiedade no primeiro dia de trabalho. Como é algo novo, o nervosismo e a insegurança vão surgir. O importante é saber dosá-los para que não atrapalhem o seu desempenho nem causem uma impressão negativa.

Para se preparar melhor, durma bem na noite anterior. Isso envolve desligar as telas (celular, computador, televisão, entre outros), arrumar a cama, comer alimentos leves pela noite e, caso seja necessário, meditar. Isso ajuda a aliviar a ansiedade para o dia seguinte e a ter um sono de qualidade.

Durante o trajeto para o trabalho, ouça músicas tranquilas e que acalmam. Se você tem um livro preferido, vale a pena levá-lo no caminho. Quer outra dica? Elabore frases de autoafirmação, lembrando do seu potencial. Afinal, você conquistou a vaga!

No trabalho, sempre que sentir que o nervosismo está aumentando, tire alguns segundos para respirar conscientemente, tome um copo de água e, é claro, não sinta vergonha de se desculpar, caso mostre muita ansiedade. Os supervisores já estão esperando comportamentos assim; o importante, no entanto, é não perder o profissionalismo.

8- Estude

Algo que ajuda ainda mais na sua preparação é conhecer um pouco melhor o local onde você vai começar a trabalhar. Pesquise sobre a história e a filosofia do lugar, veja quais são as conquistas mais recentes e descubra informações sobre o segmento. Isso oferece vantagem na hora de compreender o funcionamento do ambiente.

Saber como se portar no primeiro dia de trabalho é realmente uma tarefa difícil. Contudo, ao seguir essas dicas, você tem tudo para tirar de letra e conquistar os seus colegas e supervisores de trabalho. Por isso, controle o nervosismo e dedique-se a ter um bom desempenho desde o começo.

veja mais
#Carreira #Graduação Ciências Exatas
Ciências exatas: tem mulher na área sim…mas poderia ter mais!

IBGE aponta que, mesmo com mais acesso ao ensino superior do que homens, alunas ainda são minoria em cursos como engenharia e TI

Elas têm maior grau de instrução que os homens e seu acesso ao ensino superior também segue essa linha, mas ainda estão em minoria nos cursos de ciências exatas, enfim, a contradição! Os dados são da segunda edição do estudo Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil, divulgado pelo IBGE, que reúne informações sobre a condição de vida das brasileiras em 2019. Entre a população com 25 anos ou mais, 19,4% das mulheres e 15,1% dos homens apresentavam curso superior completo naquele ano, tendência que vem se mantendo na última década, com números de 14% e 10,9% respectivamente em 2012. Mas basta verificar que o índice de matrículas das alunas nos cursos de engenharia é de apenas 21,6% e no de tecnologia, de 13,3%, para perceber que ainda há muito mais espaço a conquistar em carreiras que, tradicionalmente, sempre foram associadas aos estudantes do sexo masculino.

Depoimento de quem já está no mercado revela que há um mundo de oportunidades à espera das futuras profissionais

Para a engenheira de produção Elisabete Leite, as mulheres que se identificam com essa área não devem deixar de perseguir suas metas e realizações, independente dos homens ainda serem maioria nas salas de aula e nas empresas. A profissional, que concluiu o curso de Engenharia de Produção no Centro Universitário UniMetrocamp em 2017, acredita que atualmente as mulheres já competem de igual para igual. “Não enfrentei nenhuma dificuldade por gênero, nem durante a formação e nem no exercício profissional, acho que hoje os desafios estão mais ligados às habilidades técnicas e emocionais que todos precisam ter, e a experiência se adquire no dia a dia, não tem porque existir preconceito pelo fato de uma mulher estar no mercado de trabalho desempenhando a mesma função que um homem”, ressalta.

Na visão de Elisabete, as mudanças sociais e de valores nos últimos anos foram um grande divisor de águas em relação ao desenvolvimento profissional feminino. “Um filme que mostra bem isso é o Estrelas além do tempo, que conta a história de mulheres negras que trabalharam na NASA, foram visionárias, extraordinariamente inteligentes e além do seu tempo, puderam contribuir para que o homem fosse à lua, apesar de todo o preconceito que sofreram”, diz. “Hoje, na própria empresa em que trabalho, a IBM, muitas mulheres ocupam cargos de destaque, milhares são formadas em carreiras técnicas, com grandes responsabilidades”, revela a engenheira que, inclusive, responde pelos serviços logísticos da IBM da América Latina, atendendo como compradora internacional a oito países na negociação de contratos, atendimento a demandas de clientes internos e revenda de equipamentos. “Vejo que estamos mais engajadas, infinitamente capacitadas, dividindo nosso tempo entre casa, trabalho e outros cursos de formação e, o mais impressionante, dando conta de tudo isso”, diz.

Cursar engenharia era um sonho antigo de Elisabete, mas ela não tinha ainda ideia de qual campo seguir, até encontrar o curso de Engenharia de Produção do Centro Universitário UniMetrocamp. “Já trabalhava na IBM desde 2012 e vi que podia aproveitar todos os aprendizados na minha função, sobretudo no que diz respeito ao planejamento produtivo e logístico, entre outros conhecimentos adquiridos, que expandiram minha visão e maneira de pensar, considerando que é um curso mais técnico e relacionado ao uso de tecnologia”, acrescenta. “Percebi ali grandes oportunidades para desenvolver projetos e trabalhar com melhoria de processos, e se hoje pudesse voltar atrás, faria tudo de novo”, afirma.

Para quem ainda tem dúvida, a engenheira lembra que, tanto para mulheres quanto para homens, não existe curso fácil ou difícil, e sim a vontade de vencer e o amor empenhado naquilo que está se propondo a fazer. “Foi assim que afastei qualquer receio de não ser capaz por ser um ‘curso que exige muito’, como outro qualquer, e a cada semestre o envolvimento era tão grande que não tinha como não me apaixonar por uma carreira tão ampla, que agrega conhecimentos de ciências exatas, gestão de pessoas, qualidade, gestão financeira e econômica”, conclui Elisabete.

Dia das Mulheres na Engenharia

Você sabia que as profissionais que atuam na área de engenharia possuem um dia comemorativo só para elas? Sim, o dia 23 de junho foi estabelecido como o Dia das Mulheres na Engenharia pela Women’s Engineering Society (WES), uma ONG do Reino Unido criada para inspirar cada vez mais mulheres a se dedicarem a esta carreira tão fundamental e estimular a diversidade de gênero nas empresas.

veja mais
ead ensino a distância online UniFacid UniFavip Wyden
EAD WYDEN É AUTORIZADO PELO MEC

Muitos ainda têm dúvidas quanto a realizar uma graduação a distância, principalmente se seu diploma será reconhecido e também se o mercado de trabalho aceitará um profissional com tal formação.

Para a primeira dúvida é muito importante conhecer a instituição que você irá escolher. Todas as instituições que ofertam graduação EAD devem ser autorizadas pelo Ministério da Educação – MEC, e ter seus cursos autorizados a funcionar. Isso faz parte de um processo de criterioso de avaliação das faculdades, centros universitários e universidades que estão credenciadas no país. Com a instituição autorizada a funcionar,  os cursos também seguirão um processo de avaliação periódica que resulta no reconhecimento do curso ofertado. Este reconhecimento somente acontece após a primeira turma do curso oferecido pela instituição concluir metade do seu curso, porém, se ele é autorizado a funcionar não há risco algum para os estudantes. Para conhecer melhor a instituição e o curso que deseja, acesse o site emec.mec.gov.br e faça uma busca. Observe a nota que a instituição possui. Numa escala de 1 a 5, as instituições que possuem nota 4 e 5 são consideradas instituições de excelência pelo MEC.

Leia Mais: QUALIDADE ACADÊMICA E ACESSIBILIDADE: POR QUE APOSTAR NO EAD

A Wyden, pelo seu Centro Universitário UniFavip possui nota máxima no MEC. Nota 5. Isso garante aos seus alunos que todos os requisitos do MEC são atendidos plenamente na oferta de cursos presenciais e a distância. Na EAD, a Wyden oferece mais de 20 cursos de graduação e boa parte destes cursos já foram avaliados pelo MEC recebendo excelentes notas. Outros cursos, com oferta iniciando em 2020 estão autorizados a funcionar por meio da Portaria MEC n.º 661, de 22 de maio de 2017, que credenciou o Centro Universitário UniFavip Wyden a oferecer cursos de graduação a distância no país. Isso garante aos  alunos segurança quanto a qualidade dos cursos oferecidos.

Conheça nossos cursos EAD

veja mais
Profissionais que serão mais procurados em 2020

Segundo especialistas, a oferta de mão de obra qualificada pode afetar a economia do Brasil, pois há poucos profissionais disponíveis para preencher vagas que demandam mais competência.

O principal desafio para o crescimento da economia do País envolve cargos relacionados ao desenvolvimento digital e tecnológico das empresas. Segundo uma pesquisa realizada pela Korn Ferry, em 2020, haverá um déficit de 1,8 milhão de profissionais para cargos mais especializados.

Esses dados mostram que há espaço principalmente para profissionais de segurança da informação, cientista de dados, analista de marketing digital e de desenvolvimento de produtos tecnológicos, cujo demanda de vagas superam a oferta de profisionais qualificados.

Diante disso, o EAD Wyden oferece oportunidade de graduação nas áreas mais aquecidas no mercado.

Conheça nossos cursos

Notícia original: economia.estadão.com.br

veja mais
Crise aumenta diferença salarial por anos de estudo

Ter um diploma de curso superior não garante emprego, mas pode proporcionar um grande crescimento salarial. Um dos efeitos provocados pela crise econômica que atinge o país é o aumento da diferença salarial entre pessoas com nível superior e nível médio.

Fonte: Sergio Firpo (Insper) Infográfico elaborado em: 10/0/2018 g1.globo.com

Em 2018, um trabalhador com ensino superior recebeu, em média, 5,7 vezes o rendimento de um trabalhador com até um ano de estudo. Os trabalhadores com menos tempo de estudo têm sido os mais prejudicados pela piora do mercado de trabalho.

A diferença entre os rendimentos dos dois grupos em 2018 foi de 471%, contra 443% em 2017. O trabalhador com ensino superior recebeu, em média, R$4.911,66, enquanto um trabalhador com até um ano de estudo recebeu, em média, R$859,81.

Não piorou somente para quem tem pouco tempo de estudo: a diferença entre quem tem o ensino médio completo em relação a quem tem curso superior chegou a 169%. Maior número desde 2012. Em 2018, um trabalhador com ensino médio completo recebeu, em média, R$1823,34.

Para entender mais sobre o assunto, acesse a notícia completa neste link. 

Não perca tempo e ganhe vantagem no mercado de trabalho com o EAD Wyden.

Fonte: g1.globo.com/economia

veja mais
Por que e como ter ética profissional? Entenda a importância

A ética profissional é muito valorizada nas empresas, por isso, ter uma boa conduta no ambiente de trabalho é muito importante para a conquista do sucesso profissional.

Nesse artigo você entenderá os conceitos éticos básicos do dia a dia e os fatores importantes para construir uma postura ética no ambiente de trabalho.

Close-up, de, mãos empilhadas, de, equipe negócio

A MOTIVAÇÃO DAS EMPRESAS

Segundo o IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), a atual conjuntura requer mais atenção das empresas na eficácia das governanças em decorrência das mudanças nos negócios e também pela necessidade de maior rigidez nas fiscalizações Ainda de acordo com o IBGC, a evolução e a rápida transformação do ambiente de negócios, marcadas por crises, ameaças cibernéticas, grandes escândalos decorrentes de fraudes e corrupção e inovações disruptivas, vêm forçando as organizações a ampliar o foco da governança.

 

 O SER E O PROFISSIONAL ÉTICO

pensamentos certos ou errados, conceito de pensamento positivo

Agir com prudência e coerência no âmbito profissional pode ser uma responsabilidade fácil para alguns e para outros não muito, não é mesmo? No ambiente de trabalho, podemos ser autênticos, opinar, discordar e sugerir, mas há uma linha tênue entre ter liberdade profissional e manter a harmonia e boa convivência e os dois fatores necessitam de equilíbrio, bom senso, empatia e autocritica. Mesmo que sua vida pessoal esteja separada da profissional, você não conseguirá deixar sua essência em segundo plano, então, é preciso sempre reinventar-se, achando assim sua melhor versão e aprimorá-la em ambas as áreas.

Ser ético gera confiança, segurança, e laços profissionais importantes para sua carreira, pois assim, as trocas serão contínuas em seus relacionamentos interpessoais, facilitando seu crescimento com suas habilidades e networking – hoje uma ferramenta muito poderosa e transformadora quando usado de maneira benéfica e ética. A valorização de seres e profissionais éticos são consequência de uma seleção criteriosa pautada na cautela das empresas como mencionado pelo IBGCE, sendo assim, se destacam profissionais que mantém a postura mais adequada, transmitindo o antidoto para as dores das corporações, a ética.

 

Leia também: 5 maneiras de se reinventar no trabalho!

Este artigo foi útil para você? Esperamos que sim! Aproveite para conferir as opções de cursos oferecidos pela EAD Wyden ou entre em contato por meio do número 4090-1440.
Aprimore seus conhecimentos!

 

FONTE: IBGC

veja mais
O futuro: tecnologia, empresas e pessoas, o que esperar?

Neste artigo falaremos sobre os avanços da tecnologia e a relação delas com o mercado de trabalho,  profissões, e as projeções desses avanços para o futuro.

O passado e a tecnologia avançada

Ao longo da história da humanidade podemos perceber as primeiras tecnologias até mesmo em tempos mais remotos, onde o conhecimento era limitado e ainda assim não se tornou uma barreira para atingir níveis avançados para a época. Pode ser considerado como exemplo o uso da nanotecnologia – ciência que estuda a manipulação da matéria numa escala atômica e molecular, que pode ser usada em diversas áreas como eletrônica, medicina e quimica –  que foi dominada pelos romanos no século 4 na produção de um copo com um vidro especifico, conhecido como O copo de licurgo,  que muda de cor com a passagem de luz.

Existem mesmo muitas invenções antigas que podem nos surpreender, não é mesmo? Experimente pesquisar sobre o primeiro computador do homem e verá que esses e outros fatos vão te fazer questionar o quão o ser humano esteve e ainda está avançado intelectualmente para a exploração da tecnologia.

Podemos ressaltar ainda um movimento mais recente na história, como a Revolução Industrial, que foi um grande marco em relação a industrialização nas cidades,  adaptação da mão de obra e tecnologias que contribuiram para que hoje possamos ter autonomia e rapidez com as máquinas, como por exemplo, dirigir seu carro até seu local de trabalho ou passear nos finais de semana.

A tecnologia nos tempos atuais

Tratando-se do contexto atual, basta apenas alguns minutos de pesquisa para descobrir tecnologias que revolucionam a produção e inovação nas empresas, como por exemplo na área da saúde, onde já são realizadas próteses com a impressão 3D e tendo como consequência disso a mudança da realidade de muitas pessoas e corporações.

O objetivo da tecnologia é exatamente esse, trazer facilidades para o homem em menor tempo de espera e maior rentabilidade nas empresas, sem deixar de lado a responsabilidade social com o meio ambiente. A tecnologia é uma facilitadora do homem na evolução em todos os aspectos.

 

O profissional multifacetado

Na atual conjuntura mercadológica e tecnológica nas empresas, a adaptação se tornou uma característica essencial para os profissionais do futuro. Ser um profissional multitarefas, requer conhecimentos gerais, sendo assim, apenas a formação específica não é invalidada, mas também não é tão requisitada como diferencial.

Através da tecnologia, temos infinitas possibilidades e a criatividade pode ser mais ampla quando os profissionais por trás dos projetos empresariais possuem mentes abertas, flexíveis para novas ideias e tenham conhecimentos multidisciplinares, não se limitando apenas a uma possível solução através de uma área de conhecimento.

As profissões do futuro

Há muitas projeções para o futuro no mercado de trabalho e um fato que é unânime em todas são as mudanças em relação as profissões, é a ascensão em alguns setores e a extinção de outros.

Em razão dessas adaptações pela tecnologia, os especialistas na área digital como no marketing digital, TI, business intelligence e também as áreas administrativas e de gestão como economia e finanças, apresentarão no futuro cada vez mais demanda. Já outras profissões como operador de caixa em supermercados, operador de telemarketing, corretor de seguro, frentista, estoquista, trabalhador rural, entre algumas outras funções que hoje ainda existem, tendem a desaparecer aos poucos do mercado de trabalho.

Prepare-se, o seu futuro você faz hoje!

É claro que uma boa formação e experiências profissionais é o que muitos almejam, não é? mas com a concorrência cada vez mais acirrada, é preciso estar preparado com um bom planejamento de carreira, investimento nos estudos e o foco para chegar até seus objetivos. Planejamento em cada etapa na vida é necessário para organizar-se e assim garantir êxito nas escolhas e bons retornos.

Leia também: 3 passos para criar agora seu plano de carreira! 

Este artigo foi útil para você? Esperamos que sim! Aproveite para conferir as opções de cursos oferecidos pela EAD Wyden ou entre em contato por meio do número 4090-1440.
Aprimore seus conhecimentos!

veja mais
Comunicação assertiva | melhore suas relações profissionais em 4 passos

Saiba como dizer “não” sem culpa, afinal dizer “sim” para tudo atrapalha sua produtividade. Confira mais sobre a comunicação assertiva neste artigo.

Manter boas relações no trabalho e na vida pessoal, fomentando equilíbrio e estabilidade emocional é o desejo de muitos, mas o medo da rejeição assombra na mesma proporção algumas pessoas. Por diversas vezes a opção pressionada em dizer sim ou concordar com tudo só acontece para agradar os outros e não por que realmente seja a sua própria vontade ou ponto de vista. Você já passou por isso?

Você sabia que isso pode te prejudicar muito na sua vida profissional? Claro, existem diversas situações e seus níveis de gravidade, mas desde a menor situação até a maior, é essencial saber expor suas opiniões ou escolhas, de forma que seu posicionamento não cause climas pesados nas relações corporativas. Veja algumas formas de fazer isso:

 

O que é e como utilizar a assertividade no “não”?

Ser assertivo é ter objetividade, passar ideias de forma clara com coerência no discurso. Para que a comunicação seja assertiva, além da objetividade, é necessária honestidade ao expor o que pensa SEMPRE de forma educada ao falar e de forma pensada para que não ofenda alguém ou prejudique a si mesmo. Ser sincero não é uma falha, pelo contrário, essa virtude requer coragem e hombridade, que são características de pessoas que geralmente pensam no coletivo, inspirando a liderança.

Seja enfático e NUNCA agressivo

Há uma linha tênue entre ser passivo e agressivo no modo de colocar suas opiniões, por isso, sempre prefira utilizar um tom de voz firme e baixo, mantendo contato visual e sorrindo se isso fizer sentido no contexto da situação. Sinta o momento e sempre seja positivo, usando palavras positivas. Lembre-se também que os problemas sempre vão existir e que você não um super-herói para resolver todos os conflitos. Selecione bem os ideais que deseja defender com bons argumentos.

O autoconhecimento desenvolve autoconfiança

Se você se conhece, sabe exatamente o que é o melhor para você e tomará decisões que partirá desse princípio. Pensar em você mesmo não se trata de egoísmo, mas de saber decidir de maneira sábia pensando no seu futuro.

A autoconfiança precisa ser construída de forma gradativa sendo repetida em exercícios diversas vezes, como por exemplo, evitar “rodeios” ao falar, não demonstrar insegurança na voz, postura e olhar, assim como também assumir as responsabilidades, não se torne refém das desculpas!

Maleabilidade: A chave para o profissional bem-sucedido!

Conhece aqueles estereótipos de chefe e líder? Então deve imaginar quem geralmente tem sucesso com sua equipe e é seguido como exemplo, não é?

Temos uma forte tendência a não gostar de receber regras e ser mandado, por essa razão, entre em vantagem o líder que sabe ser maleável em suas conversas e relação com a equipe. Claro, é importante não deixar que os papéis se invertam no sentido de funções e hierarquia, mas é sempre importante lembrar que ainda que sejamos evoluídos e antenados, somos humanos e precisamos de uma gestão humana para haver empatia e profissionalismo, seja você um líder, aspirante a liderança ou integrante de um time.

Entenda principalmente que às vezes podemos não estar corretos no que pensamos ou que a opinião ou sugestão dos outros podem ser melhores do que a nossa. Nunca permita que seu ego fale mais alto, seja um bom ouvinte e tira proveito de todas as outras perspectivas como um novo aprendizado.

Leia também: Como ter uma comunicação eficaz?

Este artigo foi útil para você? Esperamos que sim! Aproveite para conferir as opções de cursos oferecidos pela EAD Wyden ou entre em contato por meio do número 4090-1440. Aprimore seus conhecimentos!

veja mais