chat
Home | Pós-Graduação

Pós-Graduação

Oferecemos diversas opções de cursos para você. Confira! Diploma reconhecido pelo MEC | Será emitido com a chancela do Centro Universitário UniFavip | Wyden.

Parcelas a partir de R$ 267,01 em 18x. (30% de desconto válido durante todo o curso)

entendi

Parcelas a partir de R$ 267,01 em 18x. (30% de desconto válido durante todo o curso.)

entendi

Parcelas a partir de R$ 243,60 em 18x. (30% de desconto válido durante todo o curso.)

entendi

Neuropsicopedagogia e Novas Aprendizagens

  • Início das aulas 12/02/2019
  • Duração 12 meses
  • Mensalidade
    R$ R$ 348,00 R$ R$ 243,60*
Inscreva-se *condições especiais ver edital

Parcelas a partir de R$ 228,67 em 18x. (30% de desconto válido durante todo o curso.)

entendi

Parcelas a partir de R$ 362,53 em 19x (30% de desconto válido durante todo o curso)

entendi

Notícias

6 DICAS PARA VOCÊ ORGANIZAR SUA VIDA UNIVERSITÁRIA

Conseguir conciliar a vida universitária com outras tarefas do dia a dia não é algo fácil. Sabemos que um estudante tem uma rotina pesada de estudos, atividades pessoais e muitas vezes ainda precisa conciliar com o trabalho.

Por isso, separamos seis dicas para você se organizar e obter um melhor aproveitamento do seu tempo. Confira!

A importância em manter uma vida universitária equilibrada

Em qualquer momento de nossas vidas, ter equilíbrio é essencial. Com o amontoado de atividades realizadas por quem é universitário, conseguir se organizar e reservar um tempo para todas as tarefas parece ser difícil. No entanto, a mudança de alguns hábitos pode ajudar. Veja:

1. Tente seguir uma rotina

A rotina é importante para que você esteja habituado e consiga organizar suas tarefas, seguindo um padrão e evitando esquecimentos. Com o tempo, você vai se acostumando.

2. Tenha uma agenda

Uma agenda é uma das melhores maneiras de se organizar! Pode ser de papel ou mesmo utilizar recursos on-line, como aplicativos ou o e-mail.

Anote todas as datas de provas, horários de aula, reuniões em grupo e outros eventos que achar importante. Coloque também os afazeres profissionais (reunião, horas extras) e pessoais (consultas médicas, problemas para resolver no banco, etc).

3. Separe um momento apenas para os estudos

Pense no tempo livre que você tem durante o dia e utilize para realizar resumos do que foi aprendido em sala de aula. É importante que isso seja feito diariamente, de preferência após o período de ensino, assim fica mais fácil fixar a matéria.

Isso ajudará a organizar seus estudos, refrescar o conteúdo aprendido e ainda otimizará seu tempo para quando a época de provas chegar.

4. Cuidado com os excessos

Tanto os excessos de estudos como o de noitadas devem ser evitados! O equilíbrio é sempre uma boa escolha. Estudo demais não fará bem ao seu psicológico, sua mente ficará cansada e seu rendimento cairá — tanto nas aulas quanto no trabalho.

Assim como noites em claro em baladas também não farão bem a você. Priorize uma boa noite de sono.

5. Liste suas tarefas por prioridade

Com o uso da agenda, você consegue listar o que é prioritário. Utilize cores diferentes para determinar isso. Assim, você saberá o que deve fazer com mais urgência e o que pode esperar, se tiver um imprevisto.

6. Tente manter a calma!

Sabemos que a vida universitária pode ser bastante estressante. Mas manter a calma é a melhor maneira de conseguir obter clareza dos acontecimentos e, assim, chegar a uma solução. Além disso, o estresse pode trazer problemas de saúde, de memorização e concentração — o que pode prejudicar os seus esforços.

Este artigo foi útil para você? Esperamos que sim! Aproveite para conferir as opções de cursos oferecidos pela EAD Wyden ou entre em contato por meio do número 4090-1440. Aprimore seus conhecimentos!

veja mais
Empregabilidade — O Conceito De Manter-Se Ativo No Mercado De Trabalho

Você sabe o que significa o termo empregabilidade? Por definição, podemos dizer que remete à capacidade ou possibilidade de conseguir um emprego, assim como a de manter-se empregado.

Com a alta competitividade no mercado de trabalho, conquistar o seu lugar não é uma tarefa fácil. Atualmente, as empresas estão cada vez mais exigentes e optando por currículos que demonstrem mais experiência e conhecimento da área.

Quer saber mais sobre o assunto e conferir maneiras de garantir a empregabilidade? Então continue lendo este artigo!

Como melhorar a empregabilidade?

Provavelmente, você já passou por uma fase difícil, em que estava desempregado e não via oportunidades surgindo. Pode até ser que você esteja passando por essa fase agora mesmo. Mas não desanime! Existem algumas maneiras de você melhorar sua empregabilidade e, assim, como consequência, aumentar suas chances no mercado de trabalho.

Vamos conferir algumas práticas que você pode aderir para isso?

Faça cursos

Procure por cursos de capacitação e especialização. Podem ser pequenos cursos on-line ou investir um tempo a mais em uma pós-graduação presencial, por exemplo. Não precisamos nem dizer o quanto isso ajudará em seu currículo e sua bagagem, não é mesmo? Afinal, conhecimento nunca é demais!

Além disso, aprenda outras línguas e se envolva em projetos e ações voluntárias.

Mantenha-se informado

Estar atualizado sobre as notícias do mundo e do mercado é fator fundamental para melhorar suas chances de emprego. Leia os veículos de informação e, sempre que possível, debata sobre ideias e acontecimentos atuais. Isso também ajuda a melhorar a sua comunicação e argumentação, além de aprender a ouvir as opiniões diferentes da sua.

Desenvolva novas atividades

Aprenda coisas diferentes das vinculadas à sua área de atuação. Competências são sempre bem-vindas e não há nada que não forneça conhecimento a nós! Por isso, conheça outros nichos e esteja aberto a novas oportunidades. Quem sabe você não se dá conta de que tem aptidão para outras áreas e tarefas?

Faça uma autoavaliação

autoconhecimento é muito importante, por isso, reflita sobre sua trajetória até aqui. Coloque no papel seus pontos fortes, fracos e o que precisa melhorar. Pense: você está se esforçando o máximo que pode?

Lembre-se de viver um dia após o outro e tenha  calma. Desesperar-se não vai ajudar, pois assim você ficará desanimado, desmotivado e não irá conseguir enxergar as soluções e oportunidades que aparecerem.

Este artigo foi útil para você? Esperamos que sim! Aproveite para conferir as opções de cursos oferecidos pela EAD Wyden ou entre em contato por meio do número 4090-1440. Aprimore seus conhecimentos!

veja mais
Como tornar os estudos um hábito

Antes de se perguntar o porquê deve estudar e se dedicar, defina seus objetivos. Materialize seus planos fazendo uma lista de motivos para que seu esforço e disciplina valham a pena.

O que são hábitos?

Podemos definir como um modo de se comportar com um conjunto de novos aprendizados, que se tornam hábitos com a prática e repetição.

A psicologia é unânime em afirmar que tanto os bons como os maus hábitos são adquiridos, isso é; não nasce com o indivíduo. De escovar os dentes antes de dormir, manusear o celular por longos períodos, até entrar nos lugares com o pé direito; carregamos cotidianamente dezenas de hábitos conscientes e inconscientes.

“O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. ” – Leonardo da Vinci.

Da Vinci, foi um homem com grandes conhecimentos em diversas áreas e um de seus legados também é essa frase, afirmando que o conhecimento é algo relevante e positivo ao homem. O hábito de estudar, requer muita força de vontade e o retorno é consideravelmente positivo não só para conseguir uma carreira de sucesso, mas também para o crescimento pessoal. Veja algumas dicas para que os estudos se torne um hábito:

  • Planejamento

Crie um cronograma de estudos, adaptando os dias da semana junto ao seu tempo disponível, fazendo uma representação gráfica de datas e horários, onde você possa literalmente ver como estará organizado seu tempo.  Decida por um local sem tantas agitações, onde você possa se concentrar com mais facilidade e que o retire da zona de conforto do seu lar.

  • Tempo

Para começar, inclua no seu dia a dia a leitura de um livro durante pelo menos 15 minutos. Respeite as necessidades do seu corpo, comece com curtos períodos e gradativamente vá estudando de forma que você fique o tempo suficiente em cada dia.

  • Prática e repetição

Antes de dormir e ao acordar, estude. Esses são momentos em que o cérebro está mais propenso a captar informações e absorve-las. O apoio familiar e de amigos são muito importantes para se manter focado e alicerçado emocionalmente.

  • Recompensa

Sua dedicação está diretamente ligada ao seu anseio por uma recompensa. Ela funciona como um estímulo para querer cumprir suas metas cada vez mais. Os ganhos emocionais também são muito importantes para que o processo seja frequente, como a satisfação, determinação, motivação e etc… Defina após os estudos o tipo de presente que irá dar a você mesmo, pensando naquilo em que mais gosta e desfrute ao máximo.

Seguindo esses passos, seu empenho como estudante terá grande evolução e estará preparado para enfrentar os desafios que cruzarem seu caminho na vida acadêmica. E, sobretudo, você criará um círculo virtuoso de se dar bem porque estuda e estuda porque se dará bem. Não é legal?

Este artigo foi útil para você? Esperamos que sim! Aproveite para conferir as opções de cursos oferecidos pela EAD Wyden ou entre em contato por meio do número 4090-1440. Aprimore seus conhecimentos!

veja mais
LEITURA PRODUTIVA EM 5 PASSOS

Atualmente a educação no Brasil enfrenta desafios como o combate ao analfabetismo e a alfabetização funcional. Ambos são termos semelhantes, porém divergentes em seus significados, pois, o analfabetismo se refere a pessoas que não sabem ler e escrever e a alfabetização funcional, a incapacidade de desenvolver habilidades de interpretação de textos, números, gráficos, etc.

É preciso compreender o contexto de dados do analfabetismo e alfabetização funcional para assim distinguir as metas que o Plano Nacional da Educação (PNE), trabalha para haver a mudança também nesse cenário, com o estímulo de leitura na vida de milhões de brasileiros. De acordo com o (PNE), a meta é atingir 93,5% da população de 15 anos ou mais em 2015 e, até 2024, erradicar o analfabetismo absoluto no Brasil.

O hábito de leitura é sem dúvida um aspecto importante para a formação da educação do indivíduo, pois isso se converte em muitas vantagens a curto e longo prazo para o desenvolvimento intelectual. Veja algumas dicas referente ao tema do PEX dessa semana, que tem como foco tornar a sua leitura cada vez mais eficaz:

  • Leia no momento em que estiver descansado e relaxado, evite ler por obrigação, visto que o aproveitamento da leitura será muito baixo;
  • Organize em seu tempo um momento para dedicar a leitura, já que no decorrer do dia não há tanto tempo vago, isso é muito importante para realmente dedicar-se;
  • Fique atento ao conteúdo que escolheu ler, incite o senso crítico para a autorreflexão, faça questionamentos e após terminar de ler, realize anotações dos trechos que tenham palavras que gostaria de saber o significado e também uma síntese do que você entendeu do texto. Despertando o senso crítico, a busca por respostas torna o conhecimento – algumas vezes já obtido superficialmente – mais completo;
  • É preferível ambientes silenciosos para a leitura, mas isso não descarta a possibilidade de você ir em um lugar com maior movimento se sentir mais à vontade.
  • Mantenha o foco e concentração. No dia a dia, estamos condicionados a nos distrair facilmente com muitas coisas ao mesmo tempo, se tornando até um hábito comum que prejudica a produtividade. O exercício da leitura auxilia nesse item, pois, sem atenção é impossível ler e entender como também este benefício refletirá em outros aspectos de sua vida. Sendo assim, não permita distrações no momento de leitura.

 

Este e outros hábitos são construídos através da repetição e dedicação imposta pelo leitor, que terá como resultado a melhora na comunicação em geral e igualmente no que foi citado acima.

“É claro que meus filhos terão computadores, mas antes terão livros” Bill Gates.

A expertise de Bill Gates para a era da tecnologia é indiscutível, mas em uma de suas frases é notável que a inteligência responsável por produzir softwares não sobressai a simplicidade em construir e estimular a criatividade num mundo paralelo que engrandece o intelecto do ser humano…a leitura.

Esse artigo foi útil para você? Esperamos que sim! Comece agora a listar os livros que você sempre quis ler. Boa leitura!

veja mais
INTRAEMPREENDEDORISMO

O empreendedorismo aos poucos foi ganhando espaço e transformando a realidade de pessoas e também do mercado. A autonomia de ter seu próprio negócio, passou a ser uma escolha para aqueles que não conseguem se (re)colocar no mercado de trabalho ou optaram por ter seu negócio. Ser seu próprio chefe, construir enquanto aprende na prática, além de ser visto com bons olhos pelos outros CEOs, investidores e líderes, é uma experiência enriquecedora em conhecimento.

Com as mudanças administrativas e tecnológicas, outro tipo de empreendimento passou a ser de extrema importância no mercado de trabalho, chamado de intraempreendedorismo.  O intraempreendedor é o colaborador que empreende dentro de suas funções na corporação onde trabalha, exercendo suas potencialidades para desenvolver propostas inovadoras, autônomas e ousadas, sem necessariamente abrir um negócio desde o início.

Para que essa seja uma realidade nas empresas, um ponto relevante é identificar se essa característica está inserida na cultura organizacional da instituição.

É fundamental entender o modo como os líderes incentivam sua equipe a serem independentes e terem a liberdade que precisam para sugerir novas ideias, que podem resultar em lançamentos ou melhoria de produtos que auxiliam seu público e alcançam metas com mais eficácia e rapidez.

Segundo a Gerente de Recursos Humanos da Adtalem Educacional do Brasil Larissa Colombo, é importante ressaltar que as empresas que adotam a cultura intraempreendedora e selecionam esses perfis de colaboradores no seu time, estão em vantagem. “O intraempreendedorismo sem sombra de dúvidas faz com que a empresa seja mais competitiva no mercado em que atua, mas é essencial, para o sucesso do negócio, um forte alinhamento entre todos envolvidos. ” Afirma Larissa.

Empresas e negócios são formados não só por processos, mas principalmente pessoas e relações humanas, desse modo, algumas características intraempreendedoras geralmente estão ligadas a liderança, sendo elas: a boa comunicação, criatividade, motivação e foco.

Você gostou? Comece agora a aplicar seus conhecimentos e faça a diferença sendo um intraempreendedor de sucesso!

 

 

 

veja mais
Direito Ambiental e seus impactos na sociedade

O Direito Ambiental é uma área do direito que tem como objetivo estudar e constituir regras e normas jurídicas na interação do homem com a natureza. O tema do PEX dessa semana é um assunto em ascensão, pois, seus impactos na sociedade tem sido destaque pela devastação da fauna e flora, com a caça aos animais selvagens, poluição e queimadas; podemos até destacar um atual exemplo que são as queimadas, que estão atingindo os moradores anônimos e celebridades de diversas regiões dos EUA, resultando em vítimas de casos alarmantes. Um outro motivo são as consequências desses acontecimentos que prejudicam o ecossistema, causando a extinção de espécies e consequentemente a degradação de recursos naturais – tido como finitos – que em muitas vezes são transformados em matéria prima para grande parte dos diversos meios de produção.

O Professor de Direito Ambiental no Damásio Educacional, Luiz Antônio, esclarece alguns pontos e explica a aplicação dos princípios norteadores do direito ambiental “Princípio é a proposição básica, estruturante, o mandamento nuclear de um sistema, e como o meio ambiente equilibrado é essencial à sadia qualidade de vida. Os princípios ambientais têm gênese, estão enraizados no Texto Constitucional, e devem ser observados para a tutela da vida humana. Nesse sentido o meio ambiente merece uma política protetiva universal (ubiquidade), com a participação do Poder Público e coletividade (participação), mediante adoção de medidas preventivas e acautelatórias para evitar e/ou minimizar danos (prevenção/precaução), pautando-se no desenvolvimento econômico sustentável e exigindo em caso de degradação a integral reparação do dano (poluidor-pagador) ” Conclui Luiz.

De acordo com a ONU Ambiente, um dos tópicos na lista de questões ambientais de relevância desse ano foi o combate à poluição provocada por plásticos e descartáveis, promovendo alternativas de embalagens e afins mais sustentáveis. Um dos princípios do Direito Ambiental que corrobora a presença do Direito nessa questão ambiental, é o princípio da CF/88 Art. 225 em que deixa explícito que a responsabilidade pelo cuidado com o meio ambiente é de autoridades brasileiras e cidadãos, como também diz sobre a educação como fonte importante para a preservação:

  • Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá- lo para as presentes e futuras gerações;  
  • VI – Promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do meio ambiente;
  • VII – Proteger a fauna e a flora, vedadas, na forma da lei, as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade.

Tratando-se de um país com uma rica biodiversidade como o Brasil, esse tema é e deve ser cada vez mais discutido, pois, a riqueza nacional que deve ser preservada e respeitada, assim como os cidadãos brasileiros que se doam por essa causa. A participação do governo com projetos também é essencial para que haja o desenvolvimento, organização e efetivamente ocorram as práticas dos princípios da Política Nacional de Direito Ambiental.

 

veja mais
Liderança

O conceito do senso comum sobre liderança geralmente se refere a ideias repassadas de uma pessoa para outra, com respostas programadas ou iguais. O tema abordado no PEX dessa semana, busca impulsionar a reflexão sobre a liderança e a formação de líderes na sociedade, com foco no comprometimento e boa gestão nas organizações públicas e privadas do Brasil, em decorrência da recente escolha de líderes importantes que influenciam no contexto político, econômico e social do país.

Patrícia Carlla, professora de Direito Administrativo no Damásio Educacional, aponta alguns fatores para a efetiva gestão pública qualificada: “Inserir um modelo de gestão estratégica para o setor público é bem mais difícil do que para as empresas privadas. Na administração pública depende, em primeiro lugar, que o tema esteja alinhado com o projeto de governo, que haja verbas orçadas para tal finalidade e que o gestor queira realmente que isso aconteça. Para que tudo funcione como deve ser, os princípios da eficiência, da razoabilidade, da boa gestão, da administração gerencial devem ser respeitados. Ter um pessoal capacitado, mão de obra qualificada também é importante para o desenvolvimento dos trabalhos e o alcance da boa gestão no setor público. ” Explica Patrícia.

A liderança requer preparo e não se trata apenas de identificar-se com a função. “O bom líder incentiva e desperta em seus liderados a vontade de crescer junto com o setor, capacita a sua equipe, tem espírito empreendedor, agregador e incentivador. ” Completa Patrícia sobre os pontos positivos existentes em líderes.

Para ser ou formar um líder, é importante estar aberto a aprender, para assim, o conhecimento também ser o respaldo para agir nas situações de tomada de decisões com responsabilidade e firmeza.  Os desafios serão parte do dia a dia de ambas as administrações, mas é imprescindível que o líder saiba trabalhar em equipe, seja motivado – além possuir outras características essenciais – para que obtenha bons resultados e construa o sucesso ao vencer desafios estabelecidos.

veja mais
Economia Brasileira: situação atual e perspectivas

A economia e a política são áreas ligadas, e fatores importantes nas tomadas de decisões relevantes para o Brasil pelas autoridades competentes. Vale destacar que estão em nosso dia a dia de forma recorrente e influenciam diretamente na vida de todos os brasileiros. Você já parou para refletir sobre esse tema, saberia interpretar a conjuntura econômica atual frente a nova situação política que estamos vivenciando? Isso o foi abordado no PEX dessa semana, esclarecendo ao público algumas dúvidas que são frequentes e podem ser essenciais na hora de escolher nossos representantes.
As contas públicas e privadas se apresentam em cenário delicado e extremamente difícil, devido à fragilidade na qual a situação fiscal do país está em decorrência da crise política que enfrentamos. Os economistas dizem que um primeiro passo são as reformas microeconômicas que a longo prazo deixará a situação financeira mais estável.

O professor do IBMEC SP, Walter Franco, mestre em economia na Universidade de Londres, declara sobre o contexto atual e as perspectivas, com o advento das eleições 2018: “O amanhecer deste momento eleitoral neste 29 de outubro, forçou o repensar da emergência da situação econômica nacional. A questão Macro está resolvida: mantidas as políticas voltadas ao equilíbrio fiscal, cuidado com as contas públicas, importante papel do BACEN, câmbio livre e juros baixos. O principal debate será microeconômico com foco nas reformas Previdenciária, Tributária e do Estado via Privatizações e atração do capital privado a indústria e infraestrutura. Um Governo de Transição inicia-se de imediato com foco na retomada do crescimento, recuperação do emprego e renda. ” Afirma Walter.

O direito do cidadão em votar, participar da sociedade e da economia, é de fato algo que se torna cada vez mais importante, será decisivo no desenvolvimento de uma nação , com consequências de avanços ou retrocessos.

veja mais
Clima organizacional

O clima organizacional é a percepção que os colaboradores têm sobre a empresa com assuntos que diz respeito ao ambiente de trabalho e outros aspectos envolvidos que permeiam o tema abordado no PEX dessa semana.

Para levantar os pontos positivos, negativos e suas causas, geralmente os profissionais de RH das empresas elaboram uma pesquisa para atingir a “raiz” das motivações e proporem como solução a qualidade de vida, satisfação profissional, recebendo em troca ainda mais produtividade e dedicação do colaborador ao exercer suas atividades. Normalmente o complemento as pesquisas são as estratégias e ações desenvolvidas, que proporcionam uma imagem para seu público interno e externo, resultando na construção da reputação institucional da organização.

Nessa perspectiva, a valorização do colaborador e seu trabalho é uma troca de extrema importância, pois, através disso as empresas conseguem entender o nível de satisfação com a elaboração das pesquisas, como também compreender pontos a melhorar e apresentar soluções cada vez mais inteligíveis. Essa visão humana e empresarial é unânime nas corporações que entendem as relações humanas como investimentos.

Segundo a Psicóloga e Coach de Carreira, Leila Bonifácio, alguns fatores são relevantes no clima organizacional para conceber um ambiente mais colaborativo: “As empresas devem investir frequentemente em pesquisas de clima organizacional e em ajustes em sua cultura, buscando melhorias e correção de falhas que possam estar desmotivando os colaboradores e prejudicando no desempenho e nos resultados. Cada organização tem a sua própria cultura, seu modo de funcionamento, sistema de crenças, valores e modo de se relacionar com os funcionários. Um lugar em que o empregado se sente adaptado à cultura da empresa, será um lugar de muita prosperidade profissional” Enfatiza Leila.

Você gostou? Comece agora a fazer a diferença no ambiente do seu trabalho.

 

veja mais
Feira de Ciências

Evento Feira de Ciências – Engenharia e Tecnologia.
Evento voltado para alunos que estão e que já tenham concluíram o ensino médio e que ainda tem dúvidas em qual curso irão fazer. Neste caso o foco será conhecer mais sobre os cursos de Engenharias e Tecnologia e suas inovações, teremos demostrações práticas dos equipamentos, visitas aos laboratórios, testes vocacionais entre outras atrações.

Participe!

SERVIÇO:
Feira de Ciências
Data: 06 de novembro de 2018
Horário: 15h
Local: Faci | Wyden
Inscrições: clique aqui
Mais informações: (91) 3323-6063 | (91) 3323-6034 (91) 99170-0313
luana.rodrigues@faculdadeideal.edu.br | bianca.fernandez@faculdadeideal.edu.br

veja mais