chat
Home | Notícias | Como Usar A Nota Do Enem Para Entrar Na Faculdade?

Notícias

Aqui você encontra diversas notícias preparadas especialmente para você!

Como Usar A Nota Do Enem Para Entrar Na Faculdade?
Enem Vestibular 17/01/2019
[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_9ilb"]

A nota do Enem abre muitas possibilidades para você cursar uma graduação. Para você que deseja saber como usar a nota do Enem, vamos te ajudar a pensar em algumas opções. Confira!

Para que serve o Enem?

Estudar, conquistar o emprego dos sonhos, ampliar os horizontes, ter cada vez mais conhecimento mergulhando no mundo universitário são alguns dos objetivos que você pode alcançar com o Enem. Se você tirar uma boa nota no Enem, pode até mesmo conseguir uma bolsa na faculdade ou um financiamento estudantil.

Afinal, como usar a nota do Enem?

Listamos abaixo algumas possibilidades sobre como usar a nota do Enem para o ingresso na faculdade. Veja:

Usando o Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um programa do Governo Federal que classifica os estudantes para as vagas nas universidades públicas de acordo com as notas que tiraram no Enem. A pontuação mínima é determinada pela faculdade, então pode variar. Mas você não pode ter zerado a redação! Além disso, quanto maior for sua nota, maiores são suas chances de conseguir entrar em alguma instituição pública.

Usando como processo seletivo na Wyden

Você utiliza sua pontuação do ENEM para ingressar nos cursos de Graduação EAD, sem precisar fazer o vestibular tradicional — Para ser aprovado, basta se inscrever no processo seletivo via ENEM, e ter nota igual ou superior a 300 pontos.

Assim você ingressa na graduação a distância da Wyden com sua nota de forma prática e acessível, dando mais um passo rumo à transformação e à autonomia do seu futuro.

Gostou de saber como usar a nota do Enem? Esperamos que sim! Aproveite para conferir as opções de cursos oferecidos pela EAD Wyden ou entre em contato por meio do número 4090-1440. Aprimore seus conhecimentos!

 

Tags:

Leia mais

#Graduação Enem Fies
Inscreva-se no Fies. Confira as exigências!

Atualmente, o que não faltam são possibilidades para dar aquela “mãozinha” em seus estudos. Uma dessas alternativas é o Financiamento Estudantil, que com certeza você já ouviu falar. Neste artigo, criamos um pequeno guia para ajudar você a entender como conseguir FIES para começar seu curso dos sonhos.

Fies
Saiba como conseguir  Fies

Se você não entende bem sobre o programa de financiamento, vamos explicar.

Resumidamente, o Fies — Fundo de Financiamento Estudantil — foi criado em 2001 pelo Ministério da Educação (MEC). O principal objetivo do projeto é fazer com que estudantes consigam ter acesso ao ensino superior privado com ajuda do governo.

Desde o seu surgimento até o ano de 2017, o Fies chegou a realizar mais de 2 milhões de contratos de financiamento, de acordo com o FNDE — Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Interessante, não? Isso mostra que o programa é realmente uma boa alternativa para quem desejar estudar, mas não pode pagar toda a mensalidade naquele momento.

Porém, para entrar em uma faculdade usando o financiamento, é preciso seguir algumas exigências. Abaixo, você vê como conseguir FIES:

1. Realização da prova do ENEM

O primeiro passo de como conseguir FIES é realizar a prova do ENEM. O Exame Nacional do Ensino Médio ocorre todos os anos, portanto, não perca as inscrições e se prepare para a prova.

Com o resultado do ENEM, o estudante não pode ter uma média inferior aos 450 pontos, nem obter zero na redação. Se você realizou o exame e teve esses resultados mínimos, um pré-requisito já foi atendido.

2. Renda

Outro ponto que é  considerado na hora de solicitar o financiamento estudantil, é a sua renda. Como o programa tem como principal objetivo permitir a inclusão de pessoas que não tenham a possibilidade de começar a pagar a mensalidade naquele exato momento, quem deseja conseguir o benefício deve ter um ganho per capita familiar de até três salários mínimos (para modalidade 9) ou de até cinco salários mínimos para quem deseja obter auxílio da modalidade P-Fies.

3. Inscrições

Ao atender aos pré-requisitos básicos, é essencial ficar atento às datas das inscrições. Em 2021.2 é possível se inscrever do dia 27 a 30 de julho. Durante o ano, o sistema é aberto duas vezes, uma no primeiro semestre e outra no segundo. Para isso, você deve se cadastrar no site Fies Seleção.

Após realizar a inscrição, você precisa preencher um cadastro para que as informações passem por uma análise.

Com a confirmação de todos os seus dados, você poderá finalmente assinar os documentos necessários e finalizar o processo de acordo com o protocolo da instituição que escolheu.

Agora que você já sabe como conseguir  Fies, que tal continuar acompanhando mais conteúdos sobre o mundo universitário no blog da Wyden Educacional? Aproveite também para conhecer os nossos cursos e investir no seu futuro profissional!

veja mais
#Graduação Enem
Os benefícios que a nota do Enem proporciona ao estudante

As vantagens em utilizar a nota do ENEM

Você sabia que pode usar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para entrar na universidade sem prova de vestibular, conseguir uma bolsa de estudos em instituição privada reconhecida pelo MEC e até financiamento para ajudar a pagar a faculdade particular?

Criado em 1998 com o objetivo de avaliar a qualidade do ensino médio no País, o Enem cresceu em importância e hoje em dia é a prova mais esperada do ano para milhões de estudantes em todas as regiões do Brasil.

Isso porque fazer o Enem e conseguir uma boa nota abre muitas portas, principalmente em programas do Governo Federal de acesso ao ensino superior. Quem alcança um bom desempenho no Exame aumenta as chances de ter um futuro melhor e seguir a carreira dos sonhos sem precisar fazer o vestibular.

1. Entrar na universidade pública com o Enem sem fazer vestibular

O Vestibular em universidades públicas não é fácil. Para entrar em alguns dos cursos mais concorridos, como Medicina, Direito e Engenharia, o candidato precisa praticamente “gabaritar” as provas e ainda torcer para que os outros concorrentes não tenham ido tão bem assim.

Mas o Vestibular não é a única porta de entrada para uma universidade gratuita. Desde 2010, quem faz o Enem pode tentar uma vaga pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), um processo seletivo totalmente informatizado que classifica os candidatos usando unicamente o desempenho nesse Exame.

Sisu acontece duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre. Para participar, basta ter feito o Enem no ano imediatamente anterior e ter obtido nota maior do que zero na prova de Redação. As universidades participantes podem estabelecer uma nota mínima para concorrer a cada um dos seus cursos.

As inscrições do Sisu são feitas gratuitamente pela Internet e não há limite de renda ou idade para participar.

2. Ganhar uma bolsa de estudos com o Enem em faculdade particular

O sonho de fazer uma faculdade particular de qualidade como bolsista fica muito mais próximo para quem faz o Enem.

Programa Universidade para Todos (ProUni) foi criado em 2005 e oferece bolsas de estudos parciais (50%) e integrais (100%) para estudantes brasileiros que ainda não tenham um diploma de nível superior. É um processo seletivo totalmente informatizado que utiliza o desempenho no Enem para classificar os candidatos a uma bolsa em universidade privada.

Para tentar uma bolsa do ProUni é obrigatório ter feito o Enem no ano anterior, com pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação. O Programa tem ainda alguns requisitos de renda e escolaridade. Podem participar estudantes que fizeram o ensino médio em escolas públicas (ou como bolsistas integrais de escolas privadas) com renda familiar mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa.

As inscrições do ProUni são abertas duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre, e podem ser feitas gratuitamente no site oficial do Programa.

LEIA MAIS: COMO USAR A NOTA DO ENEM PARA ENTRAR NA FACULDADE?

3. Obter financiamento estudantil com o Enem para pagar a faculdade privada

FIES é o programa de Financiamento Estudantil do Governo Federal. Com ele, é possível financiar entre 50% e 100% das mensalidades da faculdade particular a juros baixos, com taxa de 3,4% ao ano.

O estudante só começa a pagar a dívida um ano e meio depois de formado. Para participar é obrigatório ter feito o Enem a partir de 2010, com desempenho mínimo de 450 pontos na média geral das provas e nota maior do que zero na redação. A renda familiar máxima para participar é de 20 salários mínimos.

4. Outros benefícios do Enem

Acha pouco? Pois o Enem ainda oferece outras vantagens, confira:

  • Complementar a nota do vestibular para entrar em algumas universidades públicas.
  • Fazer a matrícula em faculdades privadas sem precisar fazer prova.
  • Obter o certificado de conclusão do ensino médio (nesse caso é obrigatório marcar essa opção ao se inscrever no Enem, ter no mínimo 18 anos completos até o dia da primeira prova e obter o desempenho de pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e 500 pontos na redação).
  • Conseguir intercâmbio universitário ou bolsa de estudos no exterior através do programa Ciência sem Fronteiras.
veja mais
#Graduação Enem
Saiba como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Quem está pensando em entrar na faculdade e fez as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), poderá usar a nota para participar de diversos programas do Governo Federal que facilitam o acesso ao ensino superior, em universidades públicas e privadas de todo o país. Se você fez o Enem 2020 existem quatro possibilidades para ingressar no ensino superior utilizando o desempenho no Exame e, na maioria delas, nem é preciso fazer provas do Vestibular. Confira:

Para que serve o Enem?

Estudar, conquistar o emprego dos sonhos, ampliar os horizontes, ter cada vez mais conhecimento mergulhando no mundo universitário são alguns dos objetivos que você pode alcançar com o Enem. Se você tirar uma boa nota no Enem, pode até mesmo conseguir uma bolsa na faculdade ou um financiamento estudantil.

Afinal, como usar a nota do Enem?

Listamos abaixo algumas possibilidades sobre como usar a nota do Enem para o ingresso na faculdade. Veja:

Usando o Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um programa do Governo Federal que classifica os estudantes para as vagas nas universidades públicas de acordo com as notas que tiraram no Enem. A pontuação mínima é determinada pela faculdade, então pode variar. Mas você não pode ter zerado a redação! Além disso, quanto maior for sua nota, maiores são suas chances de conseguir entrar em alguma instituição pública.

 

Usando o ProUni

Já o Programa Universidade para Todos (ProUni) é usado para quem deseja entrar em uma faculdade particular e precisa de uma ajudinha para pagar. Com esse programa é possível conseguir uma bolsa de estudos que pode ser parcial (50%) ou total (100%). Você precisa da nota do Enem para concorrer ao ProUni. Você precisa ter tirado, pelo menos, 450 pontos nas provas objetivas e não pode ter zerado na redação. Lembrando que o ProUni é oferecido para quem tem renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa da família.

Usando o FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do governo para que você possa conseguir financiamento com juros baixos. Além disso, parte do pagamento fica só para depois que você se formar. Para esse programa também é necessário que você tenha feito no mínimo 450 pontos na prova do Enem e ter tirado mais do que zero na redação. Além dessas opções, é possível que o estudante entre em uma faculdade usando a nota do Enem como complemento para a do vestibular, ajudando a aumentar seu desempenho.

Já outras instituições aceitam o Enem como parte total, sem precisar que você faça o vestibular da faculdade — caso tenha tido uma boa pontuação no Exame Nacional do Ensino Médio. As notas e regras irão depender de cada faculdade.

Complementar a nota do vestibular

Algumas instituições de ensino superior, principalmente as da rede pública, costumam aceitar o desempenho no Enem como complemento da pontuação do vestibular tradicional. O estudante precisa fazer as duas provas, do Enem e do Vestibular. A pontuação final é considerada pelo desempenho obtido nos dois exames. Dessa forma, a nota do Enem ajuda a melhorar o desempenho do aluno no vestibular, pois o cálculo final não costuma prejudicar o estudante que não tenha obtido um bom resultado nas provas do Enem.

veja mais
MEC autoriza quatro cursos EAD UniFavip | Wyden

Wyden, pelo seu Centro Universitário UniFavip possui nota máxima no Ministério da Educação (MEC). Nota 5. Isso garante aos seus alunos que todos os requisitos do MEC são atendidos plenamente na oferta de cursos presenciais e a distância.

Em abril de 2020 o MEC publicou a portaria nº 122 de 02/04/2020 que autoriza quarto cursos EAD Unifavip. Agora Gestão Comercial, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Financeira e Processos Gerenciais são reconhecidos pelo MEC. Lembrando que os cursos já são autorizados pelo ministério.

LEIA MAISEAD WYDEN É RECONHECIDA PELO MEC

Na EAD, a Wyden oferece mais de 20 cursos de graduação e boa parte destes cursos já foram avaliados pelo MEC recebendo excelentes notas.

 

Conheça nossos cursos EAD

veja mais
PERDI O SISU, E AGORA?

O que fazer se não for aprovado através do SiSU? Quais são as outras opções que o estudante tem para chegar à universidade até mesmo aproveitando o Enem? Hoje o vestibulando possui mais opções de ingresso no curso superior de sua preferência. Confira:

1- Acesso direto:

– Enem
A Wyden aceita a nota do Enem como forma direta de ingresso. Ou seja, o aluno que tiver um bom desempenho e apresentar sua nota na universidade, poderá fazer a matrícula sem precisar passar por vestibular ou qualquer outro processo seletivo. Consulte nosso edital do processo seletivo ou fale diretamente com a secretaria da IES escolhida. Veja nosso calendário:

– Vestibular
A Wyden aproveita o Enem como forma de ingresso em seus cursos de graduação. Combinado com provas no formato tradicional, onde o desempenho no Exame é válido como primeira ou segunda fase, ou ainda de forma integral, quando a pontuação do candidato no Enem é a única etapa do vestibular.

 

2- Acesso por financiamento:

– ProUni

Uma delas é o Programa Universidade para Todos (ProUni). Caso o candidato não seja aprovado em uma instituição pública através do SiSU, ele poderá tentar o ProUni para uma instituição particular.

O programa concede bolsas de estudos que podem ser integrais ou parciais (100% e 50%). Isso será variável de acordo com a pontuação obtida pelo estudante no Enem. No entanto, para poder concorrer é necessário obter mais de 450 pontos no Exame e não zerar a redação.

Além do Enem, também é necessário preencher alguns requisitos, como ter estudado todo o ensino médio na rede pública de ensino ou na rede particular através de bolsa de estudos. No caso da bolsa integral do Programa, é necessário comprovar renda bruta de 1,5 salário mínimo por pessoa da família, já para bolsas parciais, a renda deve ser de até três salários mínimos por pessoa. Saiba mais sobre o ProUni.

PROUNI 2020 — 5 DICAS PARA GARANTIR SUA BOLSA​

– Fies
Outra opção para o estudante é financiar parte dos estudos, no caso por exemplo de ser beneficiado com uma bolsa de 50% do ProUni. Ele poderá fazer isso utilizando o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que financia a graduação no ensino superior desde que o estudante esteja devidamente matriculado e cursando uma faculdade particular. Para participar é necessário que a instituição esteja cadastrada no programa, com cursos que tenham obtido avaliação positiva do Ministério da Educação (MEC).

COMO CONSEGUIR FIES? CONFIRA AS EXIGÊNCIAS!

 – P-Fies

O P-FIES nada mais é do que o FIES contratado em um banco privado. Ou seja, em vez de firmar o compromisso do empréstimo junto a um banco público, o estudante que conseguir o benefício vai assinar o financiamento com uma instituição financeira privada. As condições desse financiamento são definidas entre o banco privado que concede o crédito, o estudante que pede o empréstimo e a faculdade onde ele vai estudar.
Assim como acontece no FIES, para participar do P-FIES é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A média das provas precisa ser de pelo menos 450 pontos, sem ter zerado a redação. Vale apresentar o desempenho obtido em qualquer edição do Enem a partir de 2010. Quem quiser concorrer a uma vaga no P-FIES vai precisar comprovar renda familiar bruta mensal entre 3 e 5 salários mínimos por pessoa.Atualmente, o aluno interessado em ingressar no Fies pode solicitar o financiamento em qualquer período do ano, de acordo com a sua necessidade. As inscrições são feitas através do Sistema Informatizado do Fies, o SisFIES, acessado pelo próprio site do Financiamento. É necessário informar os dados pessoais e da instituição de ensino, o curso que estuda e outras informações referentes à solicitação do financiamento.

 

Portanto, não fique triste se não obter a aprovação do SiSU, pois espaços não te faltam para ingressar no ensino superior utilizando ainda o seu desempenho no Enem. Aproveite as oportunidades da WYDEN e boa sorte!

veja mais
ENEM 2019 | CONFIRA O RESULTADO

Disponível em 17 de janeiro

 

 

Passo a passo
 

 

 

Sua nota no Enem garante desconto     |  calcule desconto neste link
Inscreva-se com sua nota do Enem        |  clique aqui
Conheça nossos cursos                             |  saiba mais

 

 

veja mais
Correção da Prova do Enem 2019 (ao vivo)

Provas do Enem 2020 serão aplicadas nos dias 1 e 8 de novembro. Confira a melhor e maior cobertura do Enem 2019, com correção ao vivo e comentários para a Redação, provas: Linguagens códigos e suas tecnologias, Ciências humanas e suas tecnologias.

 

Como foi seu gabarito?

Conheça nosso cursos

Inscreva-se na Graduação EAD com sua nota do ENEM!

Inscreva-se na Graduação Semipresencial

 

Próximos passos do ENEM

veja mais
Preços acessíveis e apoio presencial? Conheça o semipresencial Wyden!

O que é Semipresencial? 

Trata-se de uma maneira de estudos versátil, que se adapta aos seus horários e à sua rotina, mas ao mesmo tempo fornece um suporte extra de no acompanhamento dos tutores. O ensino Semipresencial é adaptado para alunos que procuram por preços acessíveis e flexibilidade na rotina, assim como os alunos EAD.

Para muitas pessoas a ideia de não estar presente na sala de aula pode assustar um pouco, pois, há um pensamento pré-estabelecido pelo senso comum em que o aprendizado só é efetivo de forma presencial, mas por intermédio da tecnologia, hoje temos muitas formas de facilitar e qualificar o ensino, sendo assim, esse pensamento não passa de uma ideia a ser desmistificada. Confira algumas vantagens do ensino semipresencial:

Vantagens no ensino Semipresencial

De acordo com o último Censo Superior em 2017, a participação da modalidade a distância nas novas matrículas está cada vez maior e a tendência é que a proporção se iguale até 2021. Dentre esses números, é considerado também a modalidade Semipresencial, onde também pode-se notar a valorização dessa modalidade nos últimos anos.

Estudar a distância é mesmo uma tarefa que exige comprometimento e disciplina, não é? Mas calma! Se você pensa que não se adapta com essa modalidade, a Wyden oferece um novo modelo de estudos semipresencial para você que precisa de flexibilidade, tempo e preços acessíveis. Cabe na sua vida, no seu tempo e no seu bolso!

Esse artigo foi útil para você? Esperamos que sim! Aproveite para conferir as opções de cursos oferecidos pela EAD Wyden ou entre em contato por meio do número 4090-1440.

Aprimore seus conhecimentos!

veja mais
Por que utilizar a nota do ENEM para ingressar no EAD?

Já sabe o que vai fazer com sua nota do ENEM? Essa é a hora de transformar seu resultado na concretização dos seus sonhos, ingressando no Ensino Superior em uma instituição com amplo portfólio de cursos e com boas avaliações no MEC.

Esse momento além de muito importante, é sem dúvidas um período de análise, planejamento e atenção, pois, a instituição escolhida formará seu futuro e terá muita influência na hora de abrir portas para você no mercado de trabalho.

Sabemos que a rotina de quem faz uma graduação não é fácil, mas com a EAD Wyden você obterá algumas vantagens, como:

  • Desenvolvimento de habilidades

A aprendizagem durante o curso é fomentada por competências exigidas no mercado. Os alunos recebem conteúdo qualificado, que prepara e desenvolve habilidades importantes para um profissional de excelência.

  • Flexibilidade

A EAD Wyden oferece para você que trabalha, pretende fazer estágio ou tem filhos, total flexibilidade na rotina e comodidade para estudar, por um preço acessível sem abrir mão da qualidade no aprendizado.

  • Interatividade

Pensando num modo mais dinâmico de aprender e que amplie seus horizontes, a plataforma de cursos de graduação da EAD Wyden é totalmente interativa, e durante o curso haverá encontros presenciais marcados na agenda, para que você aprenda também com a classe e faça o importante networking.

  • Amplo suporte

Você contará com o completo apoio em atendimento, visando direcioná-lo com informações importantes e proporcionar a melhor adaptação a você com tutoria até o fim do curso.

Utilizando sua nota na Wyden

Você utiliza sua pontuação do ENEM para ingressar nos cursos de Graduação EAD, sem precisar fazer o vestibular tradicional — Para ser aprovado, basta se inscrever no processo seletivo via ENEM, e ter nota igual ou superior a 300 pontos.

Assim você ingressa na graduação a distância da Wyden com sua nota de forma prática e acessível, dando mais um passo rumo à transformação e à autonomia do seu futuro.

O crescimento do EAD está mais evidente a cada dia, fazendo-se presente no dia a dia inclusive pessoas da nossa própria família, amigos e conhecidos. Os números da pesquisa do Censo Superior de 2017 indicam que os brasileiros têm adotado essa modalidade, e as regiões que tiveram mais matrículas no país foram: Sudeste com 48%, sendo a região com maior percentual e em segundo lugar, a região Nordeste com 18% de alunos de EAD.

 

Gostou de saber como usar a nota do Enem? Esperamos que sim! Aproveite para conferir as opções de cursos oferecidos pela EAD Wyden ou entre em contato por meio do número 4090-1440. Aprimore seus conhecimentos!

 

 

 

veja mais
Descubra Como Ver A Nota Do Enem Rapidamente!

Quer saber como ver a nota do Enem? Para facilitar a visualização da sua nota, veja só o passo a passo para garantir o acesso rápido.

Passo a passo — como ver a nota do Enem

O Enem é uma das formas de facilitar a entrada no mundo universitário. Seja para estudar em faculdade pública ou privada, a nota do Enem pode ser um complemento ao vestibular ou até mesmo substitui-lo.

Saiba como ver a nota do Enem no passo a passo que preparamos para você:

Passo 1

Acesse o site do Enem.

Logo no início, é possível ler “Resultados Individuais”. Clique em “Acesse a Página do Participante”.

Passo 2

Ao clicar no link, será direcionado para uma nova página e lá terá, novamente, a opção “Página do Participante”. Clique nesse botão.

Passo 3

Na próxima tela, você precisará informar seu CPF e senha do Enem.

Caso tenha esquecido sua senha, é bem simples de recuperar. É só selecionar a opção “esqueci minha senha”, confirmar o e-mail, responder ao desafio. No final, clique em “Enviar nova senha por e-mail”.

Passo 4

Conseguindo avançar da etapa anterior com a senha correta, você irá para a outra página. Nela você deve procurar pelo Boletim de Desempenho Individual. Será nesse boletim que suas notas irão aparecer!

Agora que você já sabe como ver a nota do Enem, é só decidir como usar para começar seus estudos.

Gostou de saber como ver a nota do Enem? Esperamos que sim! Aproveite para conferir as opções de cursos oferecidos pela EAD Wyden ou entre em contato por meio do número 4090-1440. Aprimore seus conhecimentos!

veja mais