chat

Escolha a Wyden

Destaques

Cursos
Conheça os Cursos da Wyden EAD, matricule-se e estude de qualquer lugar! Inscreva-se!
veja mais
2º Graduação
Inscreva-se já na sua graduação a distância da Wyden e conquiste o segundo diploma. É prático e rápido!
veja mais
Vestibular
Inscreva-se no vestibular EAD da Wyden e estude com mais flexibilidade e autonomia.
veja mais
Enem
Inscreva-se já na graduação a distância da Wyden com sua nota do Enem. É prático e rápido!
veja mais

Quem Somos

Transformar vidas através de uma educação de qualidade. É com esse objetivo que a Wyden Educacional oferece excelência acadêmica e experiências práticas de mercado aos seus alunos. Expertise em graduação com suas 9 instituições pelo Brasil e mais de 110 mil alunos no país que tem contribuído para muitas pessoas alcançarem seus objetivos de carreira e também para mudar a realidade no país.

Por isso, a Wyden oferece um ensino à distância totalmente interativo, flexível e com amplo suporte acadêmico e profissional. Tudo para que você possa ter mais liberdade e a melhor experiência em EAD.

Conheça alguns dos nossos cursos: Administração; Análise e Desenvolvimento de SistemasCiências Contábeis; Gestão AmbientalGestão Comercial;Gestão Financeira; Gestão Hospitalar; Gestão Pública; Logística; Ciência de DadosMarketing; Processos Gerenciais; Serviços Jurídicos e Notariais e transforme seu futuro.

veja mais

Quem Somos

Transformar vidas através de uma educação de qualidade. É com esse objetivo que a Wyden Educacional oferece excelência acadêmica e experiências práticas de mercado aos seus alunos. Expertise em graduação com suas 9 instituições pelo Brasil e mais de 110 mil alunos no país que tem contribuído para muitas pessoas alcançarem seus objetivos de carreira e também para mudar a realidade no país.

Por isso, a Wyden oferece um ensino à distância totalmente interativo, flexível e com amplo suporte acadêmico e profissional. Tudo para que você possa ter mais liberdade e a melhor experiência em EAD.

Conheça alguns dos nossos cursos: Administração; Análise e Desenvolvimento de SistemasCiências Contábeis; Gestão AmbientalGestão Comercial;Gestão Financeira; Gestão Hospitalar; Gestão Pública; Logística; Ciência de DadosMarketing; Processos Gerenciais; Serviços Jurídicos e Notariais e transforme seu futuro.

veja mais

Notícias

#Graduação Faculdade
O QUE É CULTURA MAKER E COMO UTILIZÁ-LA NA FACULDADE?

O que o YouTube, o Movimento Punk e a Educação têm em comum? A Cultura Maker! Essa cultura é uma espécie de atualização do DIY ou “Do It Yourself”- faça você mesmo. E é sobre sua aplicabilidade na faculdade que abordaremos neste artigo.

Acompanhe também como ela impacta positivamente a sociedade, especialmente, no que diz respeito ao mercado de trabalho. Vamos lá?

O que cultura maker e quais os objetivos?

O principal objetivo da cultura maker é induzir as pessoas a descobrirem novas perspectivas sobre determinada situação ou problema. Assim, a ideia é transmitir conhecimentos para que você mesmo resolva alguma situação e supere.

Sempre que precisa saber como fazer algo, você tende a consultar o Google ou o YouTube, certo? Você busca tutoriais para criar soluções personalizadas voltadas ao cotidiano e à rotina profissional e procura se educar para inovar a partir disso? Se sim, você já faz parte de um processo da cultura maker.

Benefícios principais

De acordo com Dale Doughtery, responsável por criar a revista MAKE (referência editorial do segmento), o principal benefício da cultura maker é provocar o potencial criativo das pessoas, fazendo com que elas pensem “fora da caixa” e evite ir sempre pelo caminho mais fácil.

Outra vantagem da cultura maker também pode ser a economiaImagine que você more sozinho há pouco tempo e seu chuveiro tenha parado de esquentar a água. O que é mais barato: pagar um eletricista ou acessar o YouTube, assistir a um tutorial, comprar uma resistência elétrica, tomar todos os cuidados e trocá-la?

Pilares da cultura maker!

Como em qualquer modo de pensar ou “ideologia”, a cultura maker tem seus devidos pilares. São eles:

Criatividade

Criar e botar a mão na massa. Esse é o fundamento primário da cultura maker, uma vez que ela exige originalidade e vontade de fazer acontecer. Não basta ter a ideia, é necessário executá-la!

Colaboração

Na cultura maker, é imprescindível o trabalho em rede e colaborativo. Isso porque você pode se inspirar em uma ideia já criada, renová-la e disponibilizá-la de forma pública a outras pessoas.

Sustentabilidade

Outro princípio consiste em evitar o desperdício. É necessário saber usar os recursos disponíveis para trabalhar, estudar ou fazer algo cotidianamente.

Escalabilidade

Na cultura maker, por fim, tudo pode ser multiplicado! Porém é possível praticar isso utilizando o mínimo de recursos possível.

Cultura maker e a faculdade: qual a relação?

A cultura maker foca no aprendizado juntamente com a prática, o que possibilita inúmeras experiências antes da formação.

Um aluno aprenderá mais sobre gramática decorando regras ou desenvolvendo a escrita na prática? Se você escolheu a segunda opção, escolheu a cultura maker. Nesse caso, aplicar as regras é uma forma de facilitar o aprendizado, o que faz com que o graduando seja agente de seu desenvolvimento intelectual.

As teorias construtivistas de Jean Piaget, por exemplo, estabelecem a construção do conhecimento multidisciplinar por meio da interação e da participação ativa do estudante, sempre respeitando sua fase de desenvolvimento.

Outro aspecto que une a cultura maker a faculdade é o incentivo a atitudes essenciais à plena formação dos cidadãos que, consequentemente, gera profissionais mais capacitados.

Os chamados laboratórios makers, por exemplo, são espaços em escolas e em universidades onde os estudantes praticam a teoria. Nesses locais, os alunos desenvolvem a autonomia, o afloramento da iniciativa para investigar e o prazer pelo trabalho e pela busca pelo conhecimento. 

Cultura maker e o mercado de trabalho: qual a relação?

Há muitas mudanças na sociedade que impactam diretamente o mercado de trabalho. A principal delas consiste no fato do consumidor ter passado a ser prioridade no desenvolvimento de novos produtos.

Diversas organizações têm sido flexíveis em seus negócios e passaram a dialogar com os protagonistas da cultura maker para que suas soluções atinjam diretamente as necessidades de um novo tipo de consumidor.

Um dos fatores que explica esse cenário é a nova revolução industrial ou indústria 4.0, onde há uma conectividade entre máquinas, aparelhos móveis, inteligência artificial, realidade virtual, etc. Com o aumento da escala e a popularização de alguns desses elementos, microempresas e startups passaram a ter competitividade no mercado.

O resultado da união entre cultura maker, tecnologia e mercado de trabalho constitui em:

  • democratização do conhecimento;
  • agilidade na elaboração de novos produtos;
  • sustentabilidade;
  • maior espaço para pessoas sem experiência no mercado de trabalho;
  • espaço para mentes criativas.

Cultura maker e a Faculdade: aprendizado na prática!

Você já viu as possibilidades de utilizar a cultura maker no cotidiano, na faculdade e no mercado de trabalho! Agora, entenderá como aplicá-la em sua vida acadêmica.

veja mais
#Carreira mercado de trabalho
8 dicas para causar boa impressão no primeiro dia de trabalho

Depois de enviar currículo, passar por todo o processo de seleção e fazer a entrevista de emprego: você finalmente foi aprovado. Agora, o próximo desafio é ter sucesso no primeiro dia de trabalho.

A primeira vez fazendo uma nova atividade sempre causa muita ansiedade. No trabalho não é diferente, mesmo que não seja o seu primeiro emprego. Afinal, causar uma boa impressão desde o começo é fundamental para ajudar na ambientação em um novo espaço profissional.

Para ajudar você a aliviar um pouco o nervosismo, fizemos uma lista com algumas dicas de como causar boa impressão no primeiro dia de trabalho e se adaptar à nova rotina com mais facilidade. Acompanhe o post e confira!

1- Seja pontual

O primeiro passo para mandar bem no primeiro dia de trabalho é evitar quaisquer atrasos, seja na chegada ao local, seja na entrega dos documentos, seja na realização das tarefas — mesmo que seja em home office.

Para começar, programe-se para chegar ao ambiente de trabalho com, pelo menos, 15 minutos de antecedência. Para isso, veja quanto tempo você leva de sua casa até o local e verifique se vai sair em um horário de muito trânsito. Não se esqueça de colocar o despertador para acordar na hora certa e conferir qual é o meio de transporte mais adequado, visando evitar imprevistos.

Se o trabalho for em home office, cheque se você tem tudo o que precisa para começar as atividades no horário previsto, como acesso à internet, computador ligado, webcam posicionada, entre outros pontos importantes.

É fundamental ser pontual também no horário de saída. Não pense que ficar até mais tarde atrairá a atenção dos seus supervisores. Porém, também não é legal sair mais cedo logo no primeiro dia de trabalho.

2- Preste muita atenção

Esteja de olhos bem abertos nos detalhes para pegar o ritmo da rotina empresarial com mais facilidade. No primeiro dia, é comum que as pessoas mostrem diversas novidades, a fim de apresentar o ambiente de trabalho. Por esse motivo, faça o possível para prestar atenção no que dizem e não perder nenhuma informação importante.

Também não tenha medo de tirar dúvidas caso não tenha entendido alguma tarefa ou procedimento interno do local em que você começou a trabalhar. É melhor resolver isso nos primeiros dias, que são, de fato, dedicados para o aprendizado.

3- Relacione-se bem

Cultivar um bom relacionamento com os colegas de trabalho só tem a oferecer benefícios ao seu dia a dia profissional, e isso pode ser feito ainda no primeiro dia no novo emprego. Seja gentil e apresente-se como novo colaborador para as pessoas que vão dividir o ambiente com você.

Além disso, evite conflitos, principalmente nos primeiros dias de trabalho. Busque sempre manter a comunicação não violenta e o diálogo saudável. Depois do expediente, vale a pena se engajar nas redes sociais com quem você teve mais contato, como no LinkedIn. Com isso, é possível montar um bom networking, algo fundamental para o desenvolvimento e o sucesso profissional.

Outra dica importante é saber respeitar as diferenças. Atualmente, é possível encontrar cada vez mais diversidade nas empresas. Sendo assim, no ambiente de trabalho, você vai ter contato com pessoas das mais variadas origens, culturas, crenças e ideologias. O respeito precisa ser primordial para um bom relacionamento.

4- Mostre ter disciplina e responsabilidade

Mostrar que você é uma pessoa responsável e que tem disciplina desde o primeiro dia de trabalho vai melhorar muito a sua imagem profissional, principalmente aos olhos dos seus supervisores.

Por isso, além da pontualidade, preze sempre pela organização, dedicação à realização das suas atividades, atenção às normas da empresa, entre outras atitudes que evidenciam responsabilidade e disciplina.

5- Vista-se de acordo com o ambiente

Nem todos os ambientes de trabalho têm uniforme ou código de vestimenta para ser seguido. No entanto, existem roupas adequadas para cada tipo de ocasião. Sendo assim, acerte também na escolha dos trajes.

O ideal é evitar decotes, excesso de acessórios e peças muito informais. Além do mais, garanta sempre a higiene. Vista roupas limpas, tome banho, use perfume, limpe as unhas, penteie os cabelos e evite exageros.

6-Conheça as regras do lugar

Por mais descontraído que seja o ambiente de trabalho, ele ainda vai apresentar um conjunto de regras que visam a conduta dos colaboradores e a boa convivência no local. Tais normas podem estar escritas ou ser passadas para você oralmente. Por isso, reforça-se a importância de prestar muita atenção no primeiro dia.

Tenha ciência das normas corporativas e siga-as com dedicação. Confira, também, se existem padrões entre os colaboradores do local, como o tipo de assinatura do e-mail, o uso interno de aparelhos eletrônicos, o tom de voz, entre outros.

7- Tenha controle sobre sua ansiedade

É praticamente inevitável não demostrar ansiedade no primeiro dia de trabalho. Como é algo novo, o nervosismo e a insegurança vão surgir. O importante é saber dosá-los para que não atrapalhem o seu desempenho nem causem uma impressão negativa.

Para se preparar melhor, durma bem na noite anterior. Isso envolve desligar as telas (celular, computador, televisão, entre outros), arrumar a cama, comer alimentos leves pela noite e, caso seja necessário, meditar. Isso ajuda a aliviar a ansiedade para o dia seguinte e a ter um sono de qualidade.

Durante o trajeto para o trabalho, ouça músicas tranquilas e que acalmam. Se você tem um livro preferido, vale a pena levá-lo no caminho. Quer outra dica? Elabore frases de autoafirmação, lembrando do seu potencial. Afinal, você conquistou a vaga!

No trabalho, sempre que sentir que o nervosismo está aumentando, tire alguns segundos para respirar conscientemente, tome um copo de água e, é claro, não sinta vergonha de se desculpar, caso mostre muita ansiedade. Os supervisores já estão esperando comportamentos assim; o importante, no entanto, é não perder o profissionalismo.

8- Estude

Algo que ajuda ainda mais na sua preparação é conhecer um pouco melhor o local onde você vai começar a trabalhar. Pesquise sobre a história e a filosofia do lugar, veja quais são as conquistas mais recentes e descubra informações sobre o segmento. Isso oferece vantagem na hora de compreender o funcionamento do ambiente.

Saber como se portar no primeiro dia de trabalho é realmente uma tarefa difícil. Contudo, ao seguir essas dicas, você tem tudo para tirar de letra e conquistar os seus colegas e supervisores de trabalho. Por isso, controle o nervosismo e dedique-se a ter um bom desempenho desde o começo.

veja mais
Covid 19 Saúde
7 dicas para preservar a saúde mental e o bem-estar da garotada

Criança não entende”. “Para criança tudo é brincadeira”. Quantas vezes não ouvimos essas frases nos últimos tempos? Em época de muito estresse e incertezas, nossa atenção parece se concentrar no impacto emocional que os adultos sofrem com o isolamento social, o receio do coronavírus, a perda de entes queridos e a crise econômica. Mas para a garotada  o desafio não é menor: de uma hora para outra, toda a rotina mudou, os amigos ficaram longe, os passeios cessaram, os pais parecem mais preocupados e tristes.

A imaturidade para processar tudo isso pode causar sofrimento psicológico e se refletir no comportamento. Dificuldade de se concentrar, tédio, irritação, inquietação, nervosismo, isolamento e preocupação excessiva foram os sintomas mais comuns apontados em estudo com pais de crianças entre 3 e 18 anos, quando questionados sobre as alterações emocionais dos filhos na quarentena.

“Já estamos há mais de um ano vivendo o isolamento imposto pela pandemia e tivemos que nos adaptar diante da impossibilidade de acessar algumas experiências diárias, mudar a dinâmica e atividades em nossa rotina, mas especificamente em relação às crianças, os pais precisam estar atentos às mudanças nos padrões de comportamento”, diz a psicóloga e professora do curso de Psicologia do Centro Universitário UniMetrocamp, Juliana Soares de Jesus. “Alguns sinais podem estar no excesso ou no déficit, como comer mais ou menos, dormir mais ou ter insônia, por exemplo”, destaca. “Outros, surgem na forma de se expressar, como choro, isolamento, falta de diálogo, irritabilidade”, enumera.

A especialista do UniMetrocamp separou sete dicas bacanas de atividades que podem ajudar a apoiar a saúde mental das crianças neste período. “São ideias que favorecem o desenvolvimento da garotada, a vivência de outras experiências e a interação em família, mas caso os sinais de que algo não vai bem persistam, é sempre indicado buscar ajuda profissional”, recomenda Juliana.

  1. Contar histórias: ler as histórias e conversar sobre os personagens, suas ações e sentimentos auxilia a criança a entender e expressar seus próprios sentimentos.
  2. Evitar o uso excessivo de telas (computadores, TV, tablet, etc): além do cansaço mental, são necessárias atividades diversificadas para que diferentes características psicológicas sejam desenvolvidas.
  1. Propor brincadeiras para que as crianças possam experienciar conflitos, lidar com os sentimentos e ampliar o diálogo entre pais e filhos.
  1. Filtrar informações: sempre passar às crianças informações com calma, explicando devagar e com clareza, buscando não transparecer aflições, medos ou raiva, pois elas ainda estão aprendendo a compreender e expressar emoções.
  1. Produzir brinquedos com objetos existentes em casa: o trabalho manual desenvolve diferentes características motoras e psicológicas além da vivência de outras experiências – que não são possíveis neste momento devido ao isolamento.
  1. Propor encontros virtuais dos filhos com os amigos da escola: fortalecer o vínculo e a sensação de pertencimento das crianças, o que favorece a construção da identidade e personalidade.
  2. Realização de atividades físicas: correr ou (em ambientes menores) alongar-se são atividades necessárias e importantes também nessa faixa etária para a liberação de energia.
veja mais
#Graduação Enem
Os benefícios que a nota do Enem proporciona ao estudante

As vantagens em utilizar a nota do ENEM

Você sabia que pode usar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para entrar na universidade sem prova de vestibular, conseguir uma bolsa de estudos em instituição privada reconhecida pelo MEC e até financiamento para ajudar a pagar a faculdade particular?

Criado em 1998 com o objetivo de avaliar a qualidade do ensino médio no País, o Enem cresceu em importância e hoje em dia é a prova mais esperada do ano para milhões de estudantes em todas as regiões do Brasil.

Isso porque fazer o Enem e conseguir uma boa nota abre muitas portas, principalmente em programas do Governo Federal de acesso ao ensino superior. Quem alcança um bom desempenho no Exame aumenta as chances de ter um futuro melhor e seguir a carreira dos sonhos sem precisar fazer o vestibular.

1. Entrar na universidade pública com o Enem sem fazer vestibular

O Vestibular em universidades públicas não é fácil. Para entrar em alguns dos cursos mais concorridos, como Medicina, Direito e Engenharia, o candidato precisa praticamente “gabaritar” as provas e ainda torcer para que os outros concorrentes não tenham ido tão bem assim.

Mas o Vestibular não é a única porta de entrada para uma universidade gratuita. Desde 2010, quem faz o Enem pode tentar uma vaga pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), um processo seletivo totalmente informatizado que classifica os candidatos usando unicamente o desempenho nesse Exame.

Sisu acontece duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre. Para participar, basta ter feito o Enem no ano imediatamente anterior e ter obtido nota maior do que zero na prova de Redação. As universidades participantes podem estabelecer uma nota mínima para concorrer a cada um dos seus cursos.

As inscrições do Sisu são feitas gratuitamente pela Internet e não há limite de renda ou idade para participar.

2. Ganhar uma bolsa de estudos com o Enem em faculdade particular

O sonho de fazer uma faculdade particular de qualidade como bolsista fica muito mais próximo para quem faz o Enem.

Programa Universidade para Todos (ProUni) foi criado em 2005 e oferece bolsas de estudos parciais (50%) e integrais (100%) para estudantes brasileiros que ainda não tenham um diploma de nível superior. É um processo seletivo totalmente informatizado que utiliza o desempenho no Enem para classificar os candidatos a uma bolsa em universidade privada.

Para tentar uma bolsa do ProUni é obrigatório ter feito o Enem no ano anterior, com pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação. O Programa tem ainda alguns requisitos de renda e escolaridade. Podem participar estudantes que fizeram o ensino médio em escolas públicas (ou como bolsistas integrais de escolas privadas) com renda familiar mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa.

As inscrições do ProUni são abertas duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre, e podem ser feitas gratuitamente no site oficial do Programa.

LEIA MAIS: COMO USAR A NOTA DO ENEM PARA ENTRAR NA FACULDADE?

3. Obter financiamento estudantil com o Enem para pagar a faculdade privada

FIES é o programa de Financiamento Estudantil do Governo Federal. Com ele, é possível financiar entre 50% e 100% das mensalidades da faculdade particular a juros baixos, com taxa de 3,4% ao ano.

O estudante só começa a pagar a dívida um ano e meio depois de formado. Para participar é obrigatório ter feito o Enem a partir de 2010, com desempenho mínimo de 450 pontos na média geral das provas e nota maior do que zero na redação. A renda familiar máxima para participar é de 20 salários mínimos.

4. Outros benefícios do Enem

Acha pouco? Pois o Enem ainda oferece outras vantagens, confira:

  • Complementar a nota do vestibular para entrar em algumas universidades públicas.
  • Fazer a matrícula em faculdades privadas sem precisar fazer prova.
  • Obter o certificado de conclusão do ensino médio (nesse caso é obrigatório marcar essa opção ao se inscrever no Enem, ter no mínimo 18 anos completos até o dia da primeira prova e obter o desempenho de pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e 500 pontos na redação).
  • Conseguir intercâmbio universitário ou bolsa de estudos no exterior através do programa Ciência sem Fronteiras.
veja mais
#Graduação Enem
Saiba como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Quem está pensando em entrar na faculdade e fez as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), poderá usar a nota para participar de diversos programas do Governo Federal que facilitam o acesso ao ensino superior, em universidades públicas e privadas de todo o país. Se você fez o Enem 2020 existem quatro possibilidades para ingressar no ensino superior utilizando o desempenho no Exame e, na maioria delas, nem é preciso fazer provas do Vestibular. Confira:

Para que serve o Enem?

Estudar, conquistar o emprego dos sonhos, ampliar os horizontes, ter cada vez mais conhecimento mergulhando no mundo universitário são alguns dos objetivos que você pode alcançar com o Enem. Se você tirar uma boa nota no Enem, pode até mesmo conseguir uma bolsa na faculdade ou um financiamento estudantil.

Afinal, como usar a nota do Enem?

Listamos abaixo algumas possibilidades sobre como usar a nota do Enem para o ingresso na faculdade. Veja:

Usando o Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um programa do Governo Federal que classifica os estudantes para as vagas nas universidades públicas de acordo com as notas que tiraram no Enem. A pontuação mínima é determinada pela faculdade, então pode variar. Mas você não pode ter zerado a redação! Além disso, quanto maior for sua nota, maiores são suas chances de conseguir entrar em alguma instituição pública.

 

Usando o ProUni

Já o Programa Universidade para Todos (ProUni) é usado para quem deseja entrar em uma faculdade particular e precisa de uma ajudinha para pagar. Com esse programa é possível conseguir uma bolsa de estudos que pode ser parcial (50%) ou total (100%). Você precisa da nota do Enem para concorrer ao ProUni. Você precisa ter tirado, pelo menos, 450 pontos nas provas objetivas e não pode ter zerado na redação. Lembrando que o ProUni é oferecido para quem tem renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa da família.

Usando o FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do governo para que você possa conseguir financiamento com juros baixos. Além disso, parte do pagamento fica só para depois que você se formar. Para esse programa também é necessário que você tenha feito no mínimo 450 pontos na prova do Enem e ter tirado mais do que zero na redação. Além dessas opções, é possível que o estudante entre em uma faculdade usando a nota do Enem como complemento para a do vestibular, ajudando a aumentar seu desempenho.

Já outras instituições aceitam o Enem como parte total, sem precisar que você faça o vestibular da faculdade — caso tenha tido uma boa pontuação no Exame Nacional do Ensino Médio. As notas e regras irão depender de cada faculdade.

Complementar a nota do vestibular

Algumas instituições de ensino superior, principalmente as da rede pública, costumam aceitar o desempenho no Enem como complemento da pontuação do vestibular tradicional. O estudante precisa fazer as duas provas, do Enem e do Vestibular. A pontuação final é considerada pelo desempenho obtido nos dois exames. Dessa forma, a nota do Enem ajuda a melhorar o desempenho do aluno no vestibular, pois o cálculo final não costuma prejudicar o estudante que não tenha obtido um bom resultado nas provas do Enem.

veja mais
#Carreira #Graduação Ciências Exatas
Ciências exatas: tem mulher na área sim…mas poderia ter mais!

IBGE aponta que, mesmo com mais acesso ao ensino superior do que homens, alunas ainda são minoria em cursos como engenharia e TI

Elas têm maior grau de instrução que os homens e seu acesso ao ensino superior também segue essa linha, mas ainda estão em minoria nos cursos de ciências exatas, enfim, a contradição! Os dados são da segunda edição do estudo Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil, divulgado pelo IBGE, que reúne informações sobre a condição de vida das brasileiras em 2019. Entre a população com 25 anos ou mais, 19,4% das mulheres e 15,1% dos homens apresentavam curso superior completo naquele ano, tendência que vem se mantendo na última década, com números de 14% e 10,9% respectivamente em 2012. Mas basta verificar que o índice de matrículas das alunas nos cursos de engenharia é de apenas 21,6% e no de tecnologia, de 13,3%, para perceber que ainda há muito mais espaço a conquistar em carreiras que, tradicionalmente, sempre foram associadas aos estudantes do sexo masculino.

Depoimento de quem já está no mercado revela que há um mundo de oportunidades à espera das futuras profissionais

Para a engenheira de produção Elisabete Leite, as mulheres que se identificam com essa área não devem deixar de perseguir suas metas e realizações, independente dos homens ainda serem maioria nas salas de aula e nas empresas. A profissional, que concluiu o curso de Engenharia de Produção no Centro Universitário UniMetrocamp em 2017, acredita que atualmente as mulheres já competem de igual para igual. “Não enfrentei nenhuma dificuldade por gênero, nem durante a formação e nem no exercício profissional, acho que hoje os desafios estão mais ligados às habilidades técnicas e emocionais que todos precisam ter, e a experiência se adquire no dia a dia, não tem porque existir preconceito pelo fato de uma mulher estar no mercado de trabalho desempenhando a mesma função que um homem”, ressalta.

Na visão de Elisabete, as mudanças sociais e de valores nos últimos anos foram um grande divisor de águas em relação ao desenvolvimento profissional feminino. “Um filme que mostra bem isso é o Estrelas além do tempo, que conta a história de mulheres negras que trabalharam na NASA, foram visionárias, extraordinariamente inteligentes e além do seu tempo, puderam contribuir para que o homem fosse à lua, apesar de todo o preconceito que sofreram”, diz. “Hoje, na própria empresa em que trabalho, a IBM, muitas mulheres ocupam cargos de destaque, milhares são formadas em carreiras técnicas, com grandes responsabilidades”, revela a engenheira que, inclusive, responde pelos serviços logísticos da IBM da América Latina, atendendo como compradora internacional a oito países na negociação de contratos, atendimento a demandas de clientes internos e revenda de equipamentos. “Vejo que estamos mais engajadas, infinitamente capacitadas, dividindo nosso tempo entre casa, trabalho e outros cursos de formação e, o mais impressionante, dando conta de tudo isso”, diz.

Cursar engenharia era um sonho antigo de Elisabete, mas ela não tinha ainda ideia de qual campo seguir, até encontrar o curso de Engenharia de Produção do Centro Universitário UniMetrocamp. “Já trabalhava na IBM desde 2012 e vi que podia aproveitar todos os aprendizados na minha função, sobretudo no que diz respeito ao planejamento produtivo e logístico, entre outros conhecimentos adquiridos, que expandiram minha visão e maneira de pensar, considerando que é um curso mais técnico e relacionado ao uso de tecnologia”, acrescenta. “Percebi ali grandes oportunidades para desenvolver projetos e trabalhar com melhoria de processos, e se hoje pudesse voltar atrás, faria tudo de novo”, afirma.

Para quem ainda tem dúvida, a engenheira lembra que, tanto para mulheres quanto para homens, não existe curso fácil ou difícil, e sim a vontade de vencer e o amor empenhado naquilo que está se propondo a fazer. “Foi assim que afastei qualquer receio de não ser capaz por ser um ‘curso que exige muito’, como outro qualquer, e a cada semestre o envolvimento era tão grande que não tinha como não me apaixonar por uma carreira tão ampla, que agrega conhecimentos de ciências exatas, gestão de pessoas, qualidade, gestão financeira e econômica”, conclui Elisabete.

Dia das Mulheres na Engenharia

Você sabia que as profissionais que atuam na área de engenharia possuem um dia comemorativo só para elas? Sim, o dia 23 de junho foi estabelecido como o Dia das Mulheres na Engenharia pela Women’s Engineering Society (WES), uma ONG do Reino Unido criada para inspirar cada vez mais mulheres a se dedicarem a esta carreira tão fundamental e estimular a diversidade de gênero nas empresas.

veja mais
Planejamento
Como realizar sonhos e tirar os planos do papel?

Realizar sonhos é um dos principais motivos pelos quais vale a pena se motivar para tomar boas decisões. Sabemos que alcançar metas não é uma tarefa fácil, porém, é algo extremamente satisfatório e que traz a sensação de sucesso. Por isso, é fundamental traçar objetivos e estratégias para atingi-los.

Há quem seja cético em relação aos sonhos, visualizando-os como expectativas que podem ser quebradas e trazer muito sofrimento e frustração. No entanto, existem pessoas que se arriscam a sonhar e a definir objetivos pessoais, como encontrar o emprego dos sonhos ou retornar aos estudos. São elas que mais se sentem realizadas na vida, principalmente quando conquistam os maiores desejos.

Entretanto, para saber aonde quer chegar, é preciso encontrar o caminho certo. Sabe dizer qual é o seu? Para ajudar você a tirar planos do papel, preparamos uma lista com dicas práticas. Acompanhe o post e confira!

Esclareça qual é o seu sonho

Para começar a trilhar o caminho ideal, é preciso saber qual é o seu destino. Afinal, você não entra em um ônibus sem saber qual é o ponto que deve descer, certo? Por esse motivo, o primeiro passo para ver os planos saindo do papel é ter em mente, muito bem esclarecido, qual é o seu sonho.

Você não precisa ter apenas um sonho. Vale definir grandes metas para diversas áreas da vida, desde que sejam algo que você realmente gostaria de vivenciar e conquistar ao longo de toda a sua trajetória.

Desse modo, tire um tempo para refletir quais são os seus maiores desejos. Observe também se eles realmente são sonhos que você gostaria de realizar ou se são apenas uma vontade passageira.

Algo que trará mais motivação é anotar os sonhos em um caderno de uso pessoal e deixá-lo em um lugar de fácil acesso. Assim, dá para vê-lo constantemente e se lembrar de quais sonhos ainda quer realizar.

Planning GIF by memecandy - Find & Share on GIPHY

Trilhe um caminho para chegar até lá

Para realizar sonhos, é necessário estabelecer estratégias. Muito raramente você vai ver algum caso em que a pessoa conquistou um objetivo sem ter passado por uma série de situações que proporcionaram isso.

O caminho que você vai trilhar para chegar onde deseja pode ser visto como um conjunto de decisões. Diariamente, precisamos realizar pequenas escolhas que, ao longo de nossa vida, tomam maiores proporções, assumindo uma importância significativa para a realização de nossos sonhos.

Por exemplo, se você quer ser um profissional de sucesso na área de Direito, é necessário definir cada passo a ser dado para chegar a esse objetivo.

Nesse caso, é importante estudar para o vestibular, encontrar uma instituição de ensino de qualidade, cursar a graduação e verificar quais são as próximas etapas até realizar o sonho. A decisão de passar por cada uma dessas fases é o que define o seu futuro.

Organize-se financeiramente para realizar o seu sonho

Muitos sonhos são interrompidos por falta de organização financeira. Em alguns momentos da trajetória, será necessário abdicar de horas de trabalho para estudar; em outros, vai ser importante se empenhar mais na vida profissional, por exemplo.

Para manter a estabilidade mesmo nos momentos mais difíceis e, assim, não perder o foco dos seus sonhos, é necessário fazer um planejamento financeiro e segui-lo adequadamente. Criar uma reserva de emergência, organizar as contas, pagar as dívidas e poupar são apenas algumas atitudes que devem ser feitas para evitar preocupações nessa área.

Crie objetivos de curto prazo

Visualizar por muito tempo uma meta de vida que você tem pode trazer a sensação de que a realização é algo muito distante. No entanto, quando você a divide em pequenos objetivos de curto prazo, é mais fácil acreditar que o sonho virará realidade.

Por esse motivo, é fundamental criar metas de curto prazo para acompanhar o progresso e se motivar para continuar a trilhar o caminho escolhido. Quer outro exemplo prático?

Imagine que você queira se tornar um professor universitário e trabalhar com pesquisas acadêmicas. Para isso, é necessário fazer a pós-graduação stricto sensu, como o mestrado e o doutorado.

No entanto, para ingressar em qualquer um desses cursos, é importante dominar pelo menos um idioma, além de português. Desse modo, ao estabelecer uma meta de aprender inglês, por exemplo, você cria um objetivo de prazo menor que o de ter um doutorado em determinada área de atuação.

Sendo assim, pense melhor sobre quais são os seus objetivos pessoais e profissionais e, com isso, veja o que está ao seu alcance no momento para torná-los mais próximos de serem alcançados. Em outras palavras, trata-se de subir um degrau por vez até chegar ao topo da escada.

Tenha foco

Lembra da dica que demos de escrever sobre os seus sonhos? Ela é fundamental para manter o foco em tirar os planos do papel, que, por sua vez, é algo imprescindível para se motivar diariamente a persistir no caminho escolhido.

Uma atitude que vai ajudar a manter o foco é trazer significado ao seu sonho. Por isso, pergunte-se: por que você deseja alcançar um objetivo de vida? O que isso trará de positivo para você ou para as pessoas em sua volta? O que move você a seguir em busca dessa meta?

Se o que planeja é uma mudança de carreira, é válido refletir sobre os motivos pelos quais essa troca é desejada. Além disso, é possível pensar em como um novo emprego vai ajudar, como aumento da remuneração, mais saúde mental, identificação com a nova área, entre outros fatores.

Meça o seu progresso

Já pensou em focar mais os objetivos de curto prazo que foram cumpridos em vez de observar tudo o que ainda falta para realizar sonhos? Muitas vezes, parece que estamos estagnados em nosso caminho, e isso dá a falsa sensação de que nenhum progresso foi feito.

Ao estabelecer parâmetros para medir o seu progresso, você se sente mais confiante sobre a própria capacidade de concretizar os seus maiores planos. No entanto, é importante tomar medidas de acordo com a sua trajetória. Comparar-se com o desempenho de outras pessoas só vai trazer prejuízos em seus projetos.

Como visto, realizar sonhos é algo totalmente possível, desde que haja determinação e persistência. Além disso, na maioria das vezes, a educação é a porta de entrada para que desejos se cumpram. Portanto, não deixe de investir nos seus estudos.

veja mais
#Graduação ead vestibular
GarantiaGarantia EAD Wyden: O melhor preço de EAD do Brasil
ingridkooks.com communitymanager socialmediamanager cursosonline iks GIF

Na Wyden você encontra mais de 30 Cursos Graduação à Distância , atendimento de primeira e os melhores preços do mercado.

Ao se inscrever para um dos nossos cursos EAD você paga R$ 49* nas 3 primeiras parcelas cada + 1 mês de graça e a partir do 5º mês, mensalidade de R$ 99, em qualquer curso

Se encontrar preço menor na concorrência temos o compromisso de cobrir o valor, mediante a comprovação.

Na Wyden Educacional você está em casa com aulas 100% on-line.

*consulte o regulamento clicando aqui.
veja mais
Conheça os benefícios que a gente tem para você!

PROGRAMA WYDEN COM VOCÊ

 

Estamos passando por um momento muito delicado por conta da pandemia. E a Wyden sabe que muitos de nossos alunos tiveram suas rendas comprometidas.

Pensando nisso, foi criado o Programa Wyden com você, que possui o intuito de dar continuidade aos estudos dos nossos alunos e apoiar as famílias atingidas pela quarentena.

O benefício é válido para alunos dos cursos de Graduação, das modalidades Presencial e EAD, matriculados no 1° semestre letivo de 2020.1 e que não sejam beneficiados pelo Seguro Estudantil.

Quais são os benefícios?
Os alunos contemplados por este programa poderão solicitar, em cada ciclo, um dos seguintes benefícios:

  • Isenção integral de uma ou mais mensalidades;
  • Prorrogação da data de vencimento;
  • Parcelamento em até 12 vezes, a partir do 2º semestre de 2020.

Confira o regulamento: Clique aqui

Veja o passo a passo: Clique aqui

A solicitação para esse benefício está disponível no Portal Integrees.net.

Estamos confiantes de que estas medidas ajudarão a preservar o bem-estar e a saúde da nossa comunidade acadêmica.

Em caso de dúvidas, acesse o FAQ.

 

SEGURO EDUCACIONAL WYDEN

Em poucos dias, diante da pandemia do Coronavírus, a Wyden Educacional treinou seus professores e ampliou o suporte tecnológico para que o formato de aulas remotas fosse viabilizado e, assim, o calendário letivo do semestre não fosse duramente impactado. No entanto, sabendo que isso não basta, afinal, muitas famílias estão sendo abaladas pelos reflexos e efeitos da crise, a partir de agora, a instituição passa a oferecer aos seus alunos o Seguro Educacional Wyden.

O benefício é válido para alunos dos cursos de Graduação, das modalidades Presencial e EAD, e cobre até 6 (seis) mensalidades líquidas, caso o responsável financeiro (podendo ser o próprio aluno) tenha seu contrato de trabalho CLT rescindido sem justa causa, a partir do dia 1º de abril de 2020. Posteriormente, não há nenhum reembolso que deverá ser feito por parte do aluno.

Os pré-requisitos são os seguintes:

  • Contrato de Trabalho, em regime formal de CLT, pelo período de 12 meses ininterruptos com o mesmo empregador.
  • Não ter sido demitido por justa causa.
  • Estar pelo menos há um mês desempregado.
  • Não ter pedido demissão.
  • Estar com matrícula ativa.

A requisição do Seguro estará disponível a partir do dia 5 de maio, no portal Integrees.

Estamos confiantes que estas medidas ajudarão a preservar o bem-estar e a saúde da nossa comunidade acadêmica, assim como estarmos prontos para o retorno às aulas presenciais, tão logo as autoridades de saúde permitirem.

Em caso de dúvidas, acesse o FAQ: clique aqui.

veja mais
Aluno EAD: A AP3 será Online. Fique atento.

Falta pouco para encerrar seu semestre e com isso, suas avaliações AP3 estão se aproximando.

 

Atentos as condições impostas pela pandemia, esclarecemos que aos alunos da modalidade EAD a Avaliação AP3 será online e estará disponível do dia 20 até 27 de junho.

 

Aproveite este período para revisar todo seu conteúdo e tirar dúvidas com os professores e tutores, o que deixará você preparado para uma boa avaliação.

 

Em breve você receberá informações sobre como realizar suas avaliação e orientações sobre o sistema.

 

Fique atento aos nossos comunicados via e-mail.

 

Bons estudos!

veja mais